Veja o que abre e o que fecha neste feriado de Tiradentes

Marginal Tietê (Luiz França/Câmara Mun. de SP)

Fora da lista de feriados antecipados pela Prefeitura de São Paulo e região metropolitana no mês passado, o feriado nacional de Tiradentes foi mantido para esta quarta-feira (21). O Governo do Estado decidiu por não suspender as atividades comerciais, assim a fase de transição, dentro da fase vermelha do Plano SP de retomada econômica, segue em vigor.

Embora não haja, até o momento, qualquer recomendação específica para o feriado, o governo orienta que as pessoas que não trabalharem, fiquem em casa e evitem aglomerações.

O toque de recolher, estabelecido das 20h às 5h, permanece válido durante o feriado. Assim como o rodízio noturno de veículos, também das 20h às 5h, que nesta quarta atinge placas com final 5 e 6. A circulação de caminhões está liberada e a Zona Azul seguirá a sinalização local.

O que abre no feriado de Tiradentes em SP:

– Shoppings, galerias e comércio de rua funcionam das 11h às 19h, com 25% da capacidade;

– Igrejas e templos religiosos podem receber 25% da capacidade;

– Farmácias e serviços de saúde funcionam normalmente;

– Mercados, supermercados e locais que vendam comida sem consumo local;

– Construção civil e indústria;

– Empresas de locação de veículos.

O que não abre no feriado de Tiradentes em SP:

– Bares e restaurantes só funcionam através de delivery, drive-thru ou retirada;

– Bancos;

– Salões de beleza e barbearias;

– Cinemas, teatros, casas de show, eventos, convenções e atividades culturais;

– Academias e centros de ginástica;

– Parques e zoológico;

– Concessionárias.

*Com TV Cultura

Feriados antecipados começam hoje na Capital e cidades do ABC

Movimento na Marginal Tietê, ponte da Casa Verde, na manhã de hoje (26)
(Redação/SP Agora)

Tem início hoje (26) a antecipação de cinco feriados municipais na capital paulista para conter o agravamento da pandemia de covid-19. Na Região do Grande ABC, a paralisação das atividades começa segunda-feira (29). A maior parte dos serviços já se encontra afetada por causa da Fase Emergencial do Plano São Paulo, que terá novas modificações por causa do megaferiado.

Os recessos remarcados se estendem ao longo da próxima semana na capital paulista, nos dias 29, 30, 31 de março e 1° de abril, juntando-se à Sexta-feira Santa, em 2 de abril, que é feriado nacional.

A recomendação da prefeitura é que a população fique em casa, em isolamento social. “A ação tem o objetivo de diminuir a contaminação pelo novo coronavírus e assim evitar colapsos nas redes de saúde e funerárias da capital”, justifica em nota o governo municipal.

Os serviços de saúde não serão interrompidos nos dias dos feriados antecipados. No dia 2 de abril, feriado nacional de Sexta-feira da Paixão, alguns serviços vão fechar, permanecendo apenas os essenciais e os de plantão, conforme informação no site da prefeitura. 

Durante o feriado, seguirá em funcionamento o novo horário de rodízio na cidade, com alteração para o período noturno, das 20h às 5h. Antes, o rodízio ocorria entre as 7h e as 10h e entre as 17h e as 20h. 

Na capital, feiras livres funcionarão normalmente, enquanto mercados e sacolões estarão em revezamento.

As ciclofaixas de lazer não serão abertas nos dias de feriados antecipados, mas funcionam aos domingos e na Sexta-Feira Santa, com distribuição de máscaras e álcool gel. As atividades nos espaços culturais continuam suspensas, com exceção de eventos virtuais como a programação do mês do Hip Hop e da Mulher. Clubes esportivos também permanecem fechados. 

Todos os serviços podem ser conferidos no site da prefeitura.

Nos bancos, o atendimento presencial será feito apenas em caráter excepcional, com triagem. Segundo a Federação Brasileira de Bancos (Febraban), a orientação segue normativas do setor e visa a atender especialmente “casos de recebimento de benefícios sociais, pagamento de salários, aposentadorias e pensões àqueles que não têm acesso a canais digitais ou remotos”. Os demais serviços estarão disponíveis por meio dos canais digitais. As datas de vencimento de contas, boletos e tributos estão mantidas.

Litoral e Grande ABC 

Os nove municípios da Baixada Santista – Santos, São Vicente, Cubatão, Guarujá, Praia Grande, Bertioga, Mongaguá, Itanhaém e Peruíbe – estão em lockdown até 4 de abril. A decisão foi tomada após a capital optar pelos feriados. Foram feitos bloqueios nas praias e reforço da fiscalização para impedir o acesso à areia e aos calçadões. 

O governo do estado também atendeu ao pedido dos prefeitos e suspendeu a chamada Operação Descida, medida que aumenta o número de faixas de trânsito nas estradas que levam ao litoral.

Os municípios do Grande ABC Paulista, que também optaram por antecipar feriados, mesmo para setores considerados essenciais, deverão encerrar às 17h, com exceção dos serviços de saúde, como hospitais públicos e privados, urgência e emergência, farmácias, laboratórios e hospitais veterinários. 

Em Santo André, São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra não haverá dia útil de 27 de março a 4 de abril. Apenas funcionários de serviços essenciais poderão circular no transporte público. A comercialização de bebida alcoólica estará proibida a partir de segunda-feira (29). 

Por Camila Maciel, da Agência Brasil

Confira o que abre e fecha na antecipação de feriados

A prefeitura de São Paulo antecipou 5 feriados municipais para conter o avanço dos casos de Covid-19 na capital. Dois feriados são deste ano e três são do ano de 2022. Serão antecipados para os dias 26, 29, 30 e 31 de março e 1° de abril os feriados de Corpus Christi (2021 e 2022), Consciência Negra (2021 e 2022) e o aniversário da cidade em 2022. 

O anúncio foi feito pelo prefeito da capital paulista, Bruno Covas (PSDB), em coletiva virtual, no dia 18 de março.

Veja o novo calendário:

  • 26 de março – sexta-feira – feriado municipal
  • 27 de março – sábado
  • 28 de março – domingo
  • 29 de março – segunda-feira – feriado municipal
  • 30 de março – terça-feira – feriado municipal
  • 31 de março – quarta-feira – feriado municipal
  • 1° de abril – quinta-feira – feriado municipal
  • 2 de abril – sexta-feira – feriado nacional (Paixão de Cristo)
  • 3 de abril – sábado
  • 4 de abril – domingo

Desde 15 de março, a cidade de São Paulo entrou na fase emergencial de enfrentamento à pandemia, seguindo as determinações do Governo do Estado.

Confira as medidas de restrição que vigoram no feriado:

Rodízio

Desde a última segunda-feira (22), o horário do rodízio para veículos na cidade foi alterado, liberando a opção do carro na parte da manhã (7h às 10h) e da tarde (17h às 20h), de acordo com o final da placa de cada veículo. Com isso, o rodízio passou a valer de acordo com o toque de restrição, das 20h às 5h.

Cultura
A prefeitura da capital informa que os atendimentos presenciais de todos os espaços culturais da cidade de São Paulo continuam suspensos durante a Fase Emergencial do Plano São Paulo.

Educação
Desde a última quarta-feira (17) um milhão de alunos da rede municipal de São Paulo iniciaram, antecipadamente, o período de recesso, que seria no mês de julho, conforme o calendário escolar. As escolas particulares poderão funcionar, mas com ensino remoto.

Verde e meio ambiente
Todos os parques municipais urbanos e naturais permanecerão fechados durante a Fase Emergencial de enfrentamento à pandemia. A medida segue as determinações do Governo do Estado. 

Esportes
Os Centros Esportivos e os Clubes da Comunidade (CDCs) permanecerão fechados enquanto perdurar a Fase Emergencial. Não haverá atendimento presencial em nenhuma unidade, não será permitido nenhum tipo de atividade, e foram suspensos todos os eventos esportivos.

Viagens

Apesar de não haver barreiras sanitárias na capital, a recomendação da prefeitura é para que as pessoas permaneçam em isolamento em casa.

Bancos

A Febraban (Federação Brasileira de Bancos) informa que “os bancos irão dar prioridade ao atendimento por seus canais digitais nas localidades em que houver a antecipação de feriados ou com restrições mais rigorosas de isolamento social.”

A Federação também alerta que “os pagamentos que caírem nas datas dos feriados antecipados continuam com o mesmo prazo.”

Por TV Cultura

Feriado: Comércio e bancos abrem normalmente em São Paulo nesta sexta

(Roberto Parizotti/Fotos Públicas)

O Dia da Consciência Negra, comemorado amanhã (20), não será feriado na capital paulista. Por causa da pandemia do novo coronavírus (covid-19), o feriado municipal de 20 de novembro foi antecipado para o mês de maio. Bancos e o comércio funcionarão normalmente. 

Como é ponto facultativo nas repartições públicas municipais da administração direta e indireta, algumas repartições públicas poderão estar fechadas. A Biblioteca Mário de Andrade e o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), por exemplo, estarão fechados nesta sexta-feira (20). 

Já todos os equipamentos municipais de saúde abrirão sem alteração nos seus horários de funcionamento, assim como o transporte público de ônibus, que operará sem mudança em relação aos dias úteis.

O rodízio municipal de veículos vai vigorar normalmente, assim como as áreas de Zona Azul.

Por Bruno Bocchini – Repórter da Agência Brasil 

Rodovias têm trânsito lento no 1º dia útil após feriado

(DER/Reprodução)

A  Rodovia Ayrton Senna, que se estende da Marginal Tietê ao município de Guararema, na região metropolitana de São Paulo, amanheceu, nesta terça-feira (3), com um fluxo intenso de veículos, em virtude do feriado do Dia de Finados, celebrado ontem. De acordo com a empresa Ecopistas, há congestionamento do quilômetro 29 ao 18, na chegada à capital paulista. Na pista que leva ao interior, o tráfego flui bem.

Semelhante lentidão é observada no Rodoanel Mário Covas, no trecho que entre os quilômetros 27 e 26. Segundo a  Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp), houve um acidente no local, na região de Cotia (SP), sem vítimas, o que acabou interditando duas faixas e provocando dois quilômetros de lentidão. Embora haja lentidão na região de Embu das Artes, o tráfego segue normal nos demais trechos da rodovia. 

O Sistema Anchieta-Imigrantes, por sua vez, apresenta tráfego normal em todas as rodovias que o compõe. Segundo a Ecovias, a pista sul da Anchieta está bloqueada para obras, no trecho de Serra, até a próxima sexta-feira (5), das 20h às 7h.

Ainda de acordo com a Artesp, a Rodovia Presidente Castelo Branco, principal ligação entre a região metropolitana de São Paulo e o centro-oeste do estado, apresenta tráfego lento sentido São Paulo. Também têm as mesmas condições a Rodovia Raposo Tavares, que liga São Paulo a Mato Grosso do Sul, e as rodovias Anhanguera e Bandeirantes.

Por Agência Brasil

Rodovias registram tráfego intenso na saída para o feriado de Finados em SP

A saída para o feriado prolongado de Finados registra movimento intenso nas ruas de São Paulo e nas estradas que levam ao interior do estado e ao litoral nesta sexta-feira (30). Segundo a CET, às 17h a cidade de São Paulo registrou 320 quilômetros de lentidão, maior valor desde o início da quarentena.

Nas estradas, o sistema Anhanguera-Bandeirantes registra o maior movimento de carros até o fim da tarde, com cerca de doze quilômetros de congestionamento pela rodovia dos Bandeirantes, no sentido interior, entre os Km 77 e 89 por volta das 18h50.

Além do tráfego intenso de saída do feriado, um acidente entre duas carretas prejudica ainda mais o tráfego na Bandeirantes.

Na Anhanguera, o tráfego é lento entre os km 15 e 23, com oito quilômetros de filas na saída da capital paulista.

Segundo a concessionária Ecovias, a rodovia dos Imigrantes registrava três quilômetros de lentidão entre os km 19 e 22, no sentido litoral, devido ao excesso de veículos e a pista molhada por causa da chuva, que diminui a velocidade dos veículos.

Estado terá vigilância reforçada no feriado prolongado

Estado pede para que viagens desnecessárias sejam evitadas (Gov. do Estado de SP)

O feriado de finados deve provocar aumento no deslocamento de pessoas no Estado de São Paulo, o que levou o governo paulista a implantar uma operação especial. As ações operacionais começam nesta quinta-feira (29) e vão até segunda-feira (2), com o objetivo de garantir maior segurança e conforto aos usuários que forem viajar neste feriado prolongado. Mesmo com a operação, o Governo de São Paulo reforça a importância de evitar viagens desnecessárias e a exposição ao risco de contaminação por COVID-19.

“Para garantir a segurança e o conforto dos usuários que forem viajar neste feriado prolongado, será mobilizada uma grande força operacional. Mas, apesar do feriado prolongado, é nosso dever orientar você, cidadão brasileiro de São Paulo, para ter todo cuidado com aglomerações, sobretudo no litoral do estado ou para onde você esteja planejando a sua viagem. Não esqueça a sua máscara e a use, a máscara protege, é sua garantia de vida até a chegada da vacina”, disse João Doria, governador de São Paulo.

Em média, 21,5 mil policiais vão reforçar diariamente as ações de patrulhamento ao longo dos 22 mil quilômetros de rodovias estaduais durante o feriado prolongado para evitar crimes e garantir a fluidez do trânsito em toda a malha rodoviária do estado. A operação utilizará ainda oito mil viaturas, 50 cavalos, 10 helicópteros, 12 drones, 386 guinchos e 200 ambulâncias, que serão distribuídos ao longo de 190 pontos estratégicos para o policiamento.

Coletiva da Área do Governo e Área da Saúde.
João Doria, governado de São Paulo, durante coletiva (Gov. do Estado)

Os policiais rodoviários empenhados na ação realizarão testes de embriaguez e o motorista que for flagrado dirigindo sob a influência de álcool será multado e poderá ter o veículo apreendido. O condutor ainda poderá ter a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) suspensa, além de responder criminalmente.

Além disso, será intensificada a fiscalização de limites de velocidade, ultrapassagens e uso de cinto de segurança, assentos infantis e capacetes. Os efetivos do Comando de Policiamento de Choque (CPChq), Comando de Polícia de Aviação “João Negrão” (CAv) e territoriais também serão empregados nas orlas das praias.

Haverá o uso de megafones para reforçar a necessidade do distanciamento social em pontos específicos como praias, bares e restaurantes, como medida de proteção à COVID-19. A PM paulista também dará apoio à fiscalização das equipes de vigilância sanitária municipal e estadual.

Estradas

Além dos reforços operacionais e de fiscalização para atendimento aos usuários e monitoramento das rodovias mais movimentadas, as medidas visam minimizar os impactos causados pelo aumento do fluxo de veículos. Para isso, as rodovias estaduais contarão com o uso de drones, que permitem às equipes de campo um melhor tempo de resposta e tomadas de decisões, além de 1.818 câmeras de fiscalização, que abastecem os centros operacionais 24 horas por dia, e 551 sensores de tráfego.

Nas redes sociais, os órgãos do Governo do Estado vão divulgar os melhores horários para pegar a estrada e as condições de tráfego para permitir que os usuários se programem. Os painéis de mensagens variáveis (PMVs), espalhados pelas estradas de São Paulo, também passarão informações e alertas aos motoristas.

“É uma operação importante para garantir a qualidade das rodovias e a segurança da população. Todos os esforços com a Artesp, o DER e equipes da Polícia Rodoviária têm este objetivo, sobretudo neste momento que ainda estamos passando, em que menos acidentes de trânsito significam mais leitos livres para atender os pacientes do coronavírus”, afirma a Secretária interina da Secretaria Estadual de Logística e Transportes, Priscila Ungaretti.

Nas rodovias concedidas, sob regulação da ARTESP, os painéis eletrônicos vão divulgar mensagens de conscientização com recomendações do protocolo vigente da quarentena. “Mantemos o compromisso de oferecer a melhor prestação de serviço e atendimento nas rodovias para quem optar por viajar. Entretanto, é nossa obrigação relembrar a todos que estiverem nas estradas que ainda há um protocolo vigente de recomendação para evitar a contaminação da COVID-19”, diz Milton Persoli, Diretor-Geral da ARTESP.

As rodovias administradas pelo DER e as concedidas, sob fiscalização da ARTESP, contam também com recursos operacionais como 386 guinchos, 419 veículos de inspeção e 209 ambulâncias.

Fiscalização de transporte intermunicipal

Haverá ações operacionais conjuntas com DER, ARTESP, concessionárias e Polícia Rodoviária Estadual para garantir segurança e conforto, minimizar os impactos do aumento do fluxo de veículos e agilizar a remoção de interferências no trânsito.

Melhores horários para viajar

Os motoristas poderão planejar a sua viagem, escolhendo os horários de menor movimento. Na quinta-feira (29), a estrada estará mais livre entre 0h e 11h e 18h e 00h, já na sexta, este horário é entre 0h e 10h e no sábado, de 0h a 7h e 21h a 00h. No domingo, os melhores horários para viajar são de 0h a 8h e de 18h a 0h. No retorno, na segunda-feira, a dica é pegar a estrada entre 0h e 9h e 21h e 0h.

Travessias litorâneas

A Operação Finados 2020 também vai acontecer nas oito travessias litorâneas. Serão disponibilizadas 30 balsas, no total, além de monitoramento operacional e equipes de manutenção 24 horas, e informações em tempo real nos PMvs e no Aplicativo Travessias.

*com informações do Gov. do Estado de SP

PRF flagra 783 motoristas embriagados no feriado

Operações da Polícia Rodoviária Federal (Arquivo/PRF/Reprodução)

Balanço da Operação Nossa Senhora Aparecida 2020 – realizada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) – registrou 973 acidentes de trânsito nas rodovias federais de todo país. Ao todo, 1.165 pessoas ficaram feridas e 75 pessoas morreram no local do acidente.  A operação foi realizada entre os dias 9 e 12 de outubro.

Nesse período, a PRF realizou mais de 6,2 mil testes de bafômetro e flagrou 783 pessoas dirigindo sob efeito de álcool nas rodovias federais de todo o país. A falta do cinto de segurança em todos os ocupantes do veículo gerou 4,8 mil autuações. Mais de mil pessoas, condutores e passageiros, foram flagrados sem capacete pelas rodovias. Ao todo, 268 motoristas foram multados porque usavam o celular enquanto dirigiam.

A PRF contou com um efetivo de mais de 10 mil policias. A operação resultou na fiscalização de mais de 130,1 mil pessoas e 135,9 mil veículos.

Em 2019, o feriado do dia 12 de outubro ocorreu durante o fim de semana. Portanto, não houve operação de feriado prolongado com dados comparativos em relação a este ano.

Crimes

Em paralelo às ações preventivas, a PRF foi responsável pela detenção de 537 pessoas por diversos crimes, dos quais foram 112 crimes de trânsito. No período da operação, foram recuperados 92 veículos. Também foram apreendidos 1,5 tonelada de maconha e 64 kg de cocaína durante a Operação Nossa Senhora Aparecida 2020.

Rodovias que ligam a Capital ao interior registram tráfego intenso

Rodovia Dom Pedro, região de Atibaia (Rota das Bandeiras/Reprodução)

O Sistema Anhanguera-Bandeirantes, que liga a capital paulista ao interior do estado, registrou 21 quilômetros (km) de lentidão em três trechos em direção a Campinas, no final da tarde de hoje (9). No Sistema Anchieta-Imigrantes, que leva da cidade de São Paulo à Baixada Santista, as pistas tiveram tráfego intenso, com chuva.

Nas rodovias Castello Branco e Raposo Tavares, que passam pela zona oeste da Grande São Paulo até a região de Sorocaba, o tráfego também não teve paradas, apesar do grande fluxo.

Na Presidente Dutra, que liga São Paulo ao Rio de Janeiro e que passa por Aparecida, também houve registro de lentidão. Na Dom Pedro, região de Campinas, o tráfego ficou congestionado na região de Itatiba e Atibaia. Já na Ayrton Senna, houve lentidão perto de Mogi das Cruzes por causa de um acidente.

Acidente com caminhão na Ayrton Senna (Ecopistas/Reprodução)

Em todas as rodovias, o tráfego voltou ao normal no meio da noite de sexta-feira (9). A Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp) lançou uma campanha, em parceria com as concessionárias que administram as estradas do estado, para que a população evite viagens durante o feriado prolongado do Dia de Nossa Senhora Aparecida (12 de outubro).

Nas rodovias estão sendo veiculadas mensagens para que os motoristas evitem viagens desnecessárias facilitando a circulação do coronavírus.

*Com informações da Agência Brasil

Veja o que abre e fecha no feriado desta segunda-feira

Avenida Paulista, em São Paulo (Reprodução)

Com a antecipação do feriado estadual de 9 de julho, em que se celebra a Revolução Constitucionalista de 1932, para a próxima segunda-feira (25), alguns serviços estaduais e municipais terão seus horários de funcionamento alterados.

O feriado foi antecipado para tentar melhorar o índice de isolamento no estado, que tem ficado abaixo de 50%, valor considerado insuficiente pelo governo para diminuir a propagação do coronavírus e impedir um colapso no sistema de saúde. O valor considerado mínimo pelo governo para efetividade da medida é 55%.

Serviços estaduais

Os serviços do Poupatempo Digital estarão mantidos. Os atendimentos continuam sendo realizados de forma remota, por uma equipe de plantão, por meio de um aplicativo, disponível no portal do Poupatempo (www.poupatempo.sp.gov.br).

O Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (DetranSP) mantém à disposição, por meio do site, 40 serviços online de trânsito, como consulta de multas, certidão negativa e positiva de propriedade.

Segundo a Secretaria Estadual da Saúde de São Paulo, todos os hospitais estaduais vão manter o funcionamento normal para o atendimento de urgências e emergências, tanto o pronto-socorro quanto os setores de internação e centros cirúrgicos.

Já os atendimentos nos Ambulatórios Médicos de Especialidades (AMEs) da capital serão retomados a partir de terça-feira (26), no horário regular, permanecendo fechados no dia 25 de maio.

O Centro de Referência do Idoso na Zona Norte (CRI-Norte), segundo a secretaria, funcionará amanhã, das 7h30 às 18h. O Instituto Paulista de Geriatria e Gerontologia (IPGG), na Zona Leste, manterá o seu expediente.

As unidades da Fundação Pró-Sangue ficarão abertas na segunda-feira só nos postos das Clínicas e de Osasco.

Serviços municipais

Segundo a prefeitura de São Paulo, apesar do feriado de amanhã, os hospitais municipais, prontos-socorros, Assistências Médicas Ambulatoriais (AMA) 24h e as Unidades de Pronto Atendimento (UPA) funcionarão o dia todo, de forma ininterrupta, considerando a nova rotina de atendimento nos ambulatórios hospitalares e na rede de atenção básica, por conta da pandemia de coronavírus.

A frota de ônibus da capital foi adequada. Desta forma, permanecerão em circulação 5.991 veículos para atender 1.013 linhas, incluindo as 150 noturnas. O atendimento nos postos de venda em terminais de ônibus e no Expresso Tiradentes funcionará das 6h às 22h. Já as lojas Augusta, Metrô Jabaquara e Santana estarão fechadas.

Os serviços de administração direta como as Supervisões de Assistência Social (SAS), os Centros de Referência de Assistência Social (CRAS), os Centros de Referência Especializados de Assistência Social (CREAS), e os Centros de Referência Especializados para População em Situação de Rua (Centro POP) permanecerão fechados amanhã.

As Unidades Básicas de Saúde (UBS), os Ambulatórios de Especialidades (AE) e a Rede Municipal Especializada (RME) em doenças sexualmente transmissíveis (DST)/Aids, que funcionam de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h, ficarão abertas na segunda-feira.

As aulas à distância estarão suspensas durante o feriado e retornam a partir de terça-feira (26).

O rodízio de veículos também estará suspenso amanhã.

Por Elaine Patricia Cruz – Repórter da Agência Brasil