Corinthians fica distante da Libertadores após empate com Vasco

(Rodrigo Coca/Agência Corinthians)

O Corinthians não saiu do zero contra o ameaçado Vasco neste domingo, na Neo Química Arena, em São Paulo, pela 37ª e penúltima rodada do Campeonato Brasileiro e se complicou na briga por uma vaga na Libertadores.

O resultado deixou o clube paulista na décima colocação com 50 pontos, a seis do G7. O Grêmio fecha a zona de classificação, mas se for campeão da Copa do Brasil abrirá mais uma vaga. O Vasco, por sua vez, se manteve na zona de rebaixamento, no 17º lugar com 38 pontos, a três do primeiro rival fora da degola.

Corinthians e Vasco tiveram uma chance cada no primeiro tempo. Os donos da casa assustaram aos 16 minutos. Fagner recebeu de Gustavo Mosquito e meteu uma bomba para o gol, mas Fernando Miguel defendeu.

Corinthians e Vasco fizeram valer o atual momento e realizaram um primeiro tempo de dar sono. Aos 16 minutos, Gustavo Mosquito tocou para Fagner, que invadiu a área e encheu o pé, mas Fernando Miguel fez boa defesa.

Aos 37 minutos, Carlinhos recebeu de Pikachu e, da intermediária, arriscou. A bola passou perto do gol. Ainda nos 45 minutos iniciais, Fagner e Talles Magno foram amarelados após desentendimento. Já Mosquito foi substituído por Gabriel Pereira após sentir lesão.

No segundo tempo, Fábio Santos chutou firme aos 18 minutos e a bola tirou tinta da trave. Três minutos depois, Henrique cruzou, a bola fez curva e acertou a trave do Corinthians. Aos 46 minutos, Jô recebeu de Otero e bateu firme, mas Fernando Miguel defendeu.

Na 38ª e última rodada, o Corinthians visitará o Internacional no Beira-Rio, em Porto Alegre, na próxima quinta-feira, às 21h30. No mesmo dia e horário, o Vasco receberá o Goiás em São Januário, no Rio de Janeiro.

Jean Mota, em seu primeiro toque na bola aos 41 minutos do segundo tempo, marcou o gol de empate do Santos diante do Fluminense por 1 a 1, neste domingo, na Vila Belmiro, pela 37ª rodada do Campeonato Brasileiro e deixou os paulistas com chances de vaga na Libertadores. Lucca fez para os cariocas.

O resultado deixou o Santos na oitava colocação com 54 pontos, a três do Palmeiras, que fecha o G7. A vaga ainda pode vir em caso de título do Grêmio na Copa do Brasil. O Fluminense, por outro lado, perdeu a chance de entrar no G4 e parou na quinta colocação com 61 pontos.

O Santos não se encontrou no primeiro tempo e o Fluminense soube aproveitar a chnace criada. Aos 15 minutos, Lucca abriu o marcador. Ele recebeu de Luiz Henrique, avançou e bateu de esquerda. Sem chance para o goleiro João Paulo.

Como o time da casa não reagiu, o Fluminense foi pra cima e assustou. Fred pegou bola rebatida e chutou de canhota, mas desta vez João Paulo fez boa defesa.

O segundo tempo também teve poucas chances. O Fluminense tentou administrar o placar. O Santos, enquanto isso, acordou só no final. Aos 32 minutos, Marcos Felipe fez defesa em chute rasteiro de Felipe Jonatan. Aos 34, Luan Perez desviou de cabeça, mas a bola subiu.

Tudo começou a mudar aos 38 minutos com a expulsão de Nino, do Fluminense. Jean Mota entrou na vaga de Felipe Jonatan aos 40 minutos. No minuto seguinte, ele empatou o jogo ao completar para o fundo das redes.

A 38ª e última rodada será toda disputada na próxima quinta-feira, às 21h30. Enquanto o Santos visitará o ameaçado Bahia na Arena Fonte Nova, em Salvador, o Fluminense receberá o também ameaçado Fortaleza no Maracanã, no Rio de Janeiro.

Por FPF

Corinthians mantém invencibilidade de 10 anos sobre o Vasco

(Rodrigo Coca/Agência Corinthians)

O Corinthians derrotou o Vasco por 2 a 1, nesta quarta-feira (21) no estádio de São Januário, em jogo que abriu a 18ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com este triunfo, a equipe do Parque São Jorge manteve uma invencibilidade de 10 anos para a equipe carioca.

Além disso, o Corinthians chegou a 19 jogos sem perder para o Vasco, que com este revés não triunfa há sete rodadas do Brasileiro.

Desfalque de última hora

Na sua estreia pelo Vasco, o técnico português Ricardo Sá Pinto teve um problema de última hora, o atacante argentino Cano sentiu a coxa no aquecimento e ficou de fora do confronto. O time já não contava com o meia Benítez, que também sentiu uma lesão no decorrer do dia.

Mesmo jogando fora de casa, o time paulista começou melhor o confronto, e conseguiu abrir o marcador logo aos 22 minutos do primeiro tempo, quando o equatoriano Cazares puxou contra-ataque e lançou Gustavo Mantuan. Diante do goleiro Fernando Miguel o garoto bateu com muita categoria, de primeira, para marcar pela primeira vez como profissional.

Com a desvantagem no marcador o Vasco vai com tudo para o ataque na etapa final. E a mudança de postura dá certo aos 26 minutos, quando Talles bate cruzado e Ribamar aproveita para finalizar de letra, mesmo marcado por Gil, para fazer um golaço.

E quando tudo parecia indicar que o confronto terminaria em 1 a 1, o Corinthians marcou o gol da vitória aos 44 minutos com Everaldo. O atacante cruzou, mas a bola desviou em Henrique e encobriu o goleiro Fernando Miguel.

Com este triunfo, o Corinthians chega à 10ª posição com 21 pontos, enquanto o Vasco fica na 16ª com 18.

Veja a classificação atualizada da Série A do Brasileiro.

Por Agência Brasil

Jogador do Vasco morre em acidente de trânsito

Por  Raquel Júnia e Vladimir Platonow

Thales e a namorada, que está internada (Instagram/Reprodução)

O jogador de futebol Thales Lima da Conceição, de 25 anos, morreu na manhã deste sábado (22), vítima de um acidente de trânsito, no Rio de Janeiro.

Thalles era jogador do Vasco, mas estava emprestado para a Ponte Preta, de São Paulo.

Segundo o Corpo de Bombeiros, a corporação foi acionada às 6h30 para atender uma ocorrência de colisão de duas motos na Estrada Almirante Pena Boto, no bairro Monjolos, em São Gonçalo, na Região Metropolitana do Rio.

Quatro vítimas, entre elas Thales e três mulheres, foram socorridas e levadas para o Hospital Estadual Alberto Torres. Uma quinta vítima, um homem de 27 anos, não identificado, morreu no local.

O Vasco da Gama divulgou nota de pesar nas redes sociais. Afirma que o clube está chocado com a notícia do acidente e que lamenta profundamente a morte do atacante Thales. O clube deseja ainda muita força aos familiares e amigos.

Nas redes sociais, a Ponte Preta, onde Tales jogava desde o início deste ano, também lamentou a morte do jogador. O texto diz que o clube recebeu a notícia de maneira consternada e manifesta solidariedade aos familiares e amigos.

Trajetória

O Vasco lembrou a trajetória do atleta, que chegou ainda criança ao clube e vinha trilhando uma carreira ascendente.

“Thalles era natural de São Gonçalo e chegou em São Januário aos 11 anos de idade. Teve uma trajetória marcada por muitos gols nas categorias de base. Principal nome da equipe campeã da Taça Belo Horizonte em 2013, subiu para o time principal no mesmo ano e não demorou muito para se firmar.”

Na temporada seguinte, em virtude do seu bom desempenho, foi convocado para a Seleção Brasileira sub-20. O atacante foi aluno do Colégio Vasco da Gama, diz nota do clube.

Segundo o Vasco, em cinco temporadas na equipe principal, Thalles disputou 157 partidas, marcou 36 gols e conquistou quatro títulos: Campeonato Carioca 2015, Taça Guanabara 2016, Campeonato Carioca 2016 e Taça Rio 2017. Ainda não há informação sobre o sepultamento do jogador.