Insira suas palavras-chave de pesquisa e pressione Enter.

A originalidade do pintor espanhol José Domínguez no Brasil

José Dominguez

Os críticos de arte são unânimes: o artista plástico espanhol José Domínguez se destaca pelo seu jeito único de pintar, graças à sua perspectiva diferenciada de ver o mundo. O crítico de arte internacional, especialista em arte moderna e contemporânea, de Nápoles, Itália, Antonio Malmo, disse que ele aplica a perspectiva com precisão. “José Domínguez oferece a todos nós uma visão serena e harmoniosa da vida, do ambiente e das coisas, revivida através de sua extraordinária sensibilidade”, disse o crítico de arte.

O presidente da Associação Internacional de Críticos de Arte (AICA), o pintor                                                                     Francisco Arroyo Ceballos disse que o estilo de José Domínguez é único. “Algo mágico invade a tela e transporta o espectador preenchendo em sua mente um vazio difícil de completar no ambiente urbano em que a vida vegetal é degradada e quase que inexistente”, disse Ceballos.

Paixão por paisagens

José Domínguez é um pintor apaixonado por paisagens, um artista com pinceladas fáceis e cores contidas. Suas perspectivas diferenciadas de vários lugares do mundo levam o espectador de sua obra a viajar de maneira sugestiva pelos cinco continentes.

Ele nasceu em Martos, Jaen, mas se considera um verdadeiro cidadão do mundo. José Domínguez decidiu dedicar-se inteiramente e profissionalmente à pintura em 1990, após a sua primeira exposição na cidade de Córdoba e hoje sua arte atravessa fronteiras em todos os níveis, mostrando seu trabalho em todo o mundo, tanto com exposições individuais e coletivas e em feiras de arte.  Ele é membro da Sociedade Nacional de Belas Artes da França e acadêmico sênior da aclamada Academia Grecci-Marino, na Itália. Em 2009 foi premiado pela Academia Nacional de Artes Plásticas do Brasil.

Alguns críticos afirmam que a pintura José Dominguez apresenta uma “simplicidade luminosa”, porque suas paisagens mostram de forma simples e luminosa a beleza arquitetônica de cidade novas e velhas, passando por Veneza e Nova York, além de Madrid, Paris e Sevilha, sem ignorar suas raízes em Jaén e sua cidade natal, Martos. O branco do cal e seu legado histórico, artístico e cultural são presenças constantes em sua obra.

Para ele, o trabalho e a constância têm sua recompensa no final. Segundo o artista, sua turnê internacional de exposições 2018/2019 segue por vários países como França, Alemanha, Romênia, Itália, Estados Unidos e, claro, Brasil, onde serão realizadas exposições em vários centros e entidades.

O artista espanhol é presença constante em várias publicações internacionais sobre pintura como o “quarto volume do dicionário de pintores e escultores do século XX”, no livro “Abordagem para as Artes Plásticas no limiar do século XXI”, ou o “Dicionário Enciclopédico Internacional de Arte Moderna e Contemporânea da Itália”. Além disso, mais de dez museus, como Santa Cruz de Tenerife, Portugal, México, Argentina, entre outros, tem em seu catálogo obras de José Domínguez.

Deixe seu comentário

avatar
  Se inscrever  
Notificação de
1
×
Fale agora com nossa equipe!