Insira suas palavras-chave de pesquisa e pressione Enter.

Com diretor premiado, espetáculo Insones reestreia em São Paulo

Peça reestreia no teatro da USP, quinta-feira (25), em São Paulo (Érica Modesto/Divulgação)

Com texto inédito de Victor Nóvoa e direção de Kiko Marques, ganhador do prêmio Shell, APCA, Aplauso Brasil e Qualidade Brasil pelo espetáculo CAIS ou da Indiferença das Embarcações, e também ganhador do APCA por Sínthia, o espetáculo Insones reestreia no TUSP – Teatro da USP, quinta-feira (25), às 21h. As sessões ocorrem de quinta a domingo até 26 de maio.

O elenco reúne atores de diferentes trajetórias no teatro, Fani Feldman, Helena Cardoso, Paulo Arcuri e Vinícius Meloni – indicado ao prêmio Shell em 2011 por sua atuação em Cidade Fim – Cidade Coro – Cidade Reverso do Teatro de Narradores. Para compor o jogo entre luz e cenário estão Eliseu Weide e Marisa Bentivegna. Os figurinos são assinados por Ozenir Ancelmo e Ana T. e a trilha sonora por Carlos Zhimber.

Em Insones, quatro figuras passaram 365 noites em claro e tentam incessantemente finalizar a contagem regressiva para o ano que virá. A comemoração é constantemente interrompida por acontecimentos insólitos, revelando relações humanas descartáveis e violentas. A história se mantém por um fio tênue, porém mais importante que a trama são os estados gerados por esse mundo em funcionamento contínuo no qual habitam os personagens. Essas figuras fazem emergir questões fundamentais em nossos dias, como o excesso de estímulos e o crescente controle do tempo e da experiência.

O mundo sem sombras, que explode em violência de tempos em tempos em Insones, carrega traços em comum com outras peças de Victor Nóvoa, como Condomínio Nova Era e Entre Vãos – desenvolvidas com seu coletivo A Digna – e Verniz Náutico para Tufos de Cabelo, que tratam da mercantilização das relações humanas que se dá de diferentes maneiras em nossa sociedade. “É um engano estrutural achar que consumimos coisas, é o tempo que se comercializa. Por isso estamos soterrados por um fluxo incessante de estímulos. Não querem que paremos nem por um instante. Dormir é profanar a liturgia do mercado,” diz o dramaturgo.

O diretor Kiko Marques assume o estilo de escrita não linear de Victor Nóvoa permitindo a abertura de inúmeras camadas de significação do texto.O projeto de montagem da peça foi impactado pela leitura de obras como 24/7 – capitalismo tardio e os fins do sono de Jonathan Crary e Sociedade do Cansaço de Byung-Chul Han, que trazem reflexões sobre os dispositivos de poder na vida contemporânea.

A montagem foi contemplada pelo PROAC 01/2017. Na cidade de São Paulo, o espetáculo fez três temporadas de sucesso de crítica e público em 2018: no SESC Pinheiros, no teatro Sérgio Cardoso e no Teatro de Contêiner Mungunzá, além de apresentações nos SESCs São Caetano, São José dos Campos, Santos e Campinas. Em 2019 o espetáculo circula o interior de São Paulo pela Viagem teatral SESI e faz temporada no TUSP de 25 de abril a 26 de maio.

Serviço

Insones – Reestreia dia 25 de abril no TUSP – Teatro da USP.

  • Temporada: De 25 de abril a 26 de maio de 2019 – Quintas, sextas e sábados às 21h
  • Domingos às 19h.
  • Classificação indicativa: 14 anos
  • Duração: 55 minutos.
  • TUSP – TEATRO DA USP – Sala Multiuso – Rua Maria Antônia, 294 – Vila Buarque.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1
Fale agora com nossa equipe!
Powered by