Brasil

Frente fria derruba temperaturas no Sudeste e traz chuvas fortes para o Centro-Sul do país

Mudança no tempo afeta a maior parte do Brasil e provoca temporais, ventanias e até granizo em algumas regiões

O Brasil enfrenta uma mudança brusca no tempo nesta semana, com a chegada de uma frente fria que derrubou as temperaturas no Sudeste e trouxe chuvas fortes para o Centro-Sul do país. A frente fria que estava no Sul do país no final da última semana avançou pelo Sudeste durante o sábado (18) e provocou não só precipitações intensas em algumas regiões, mas também fez os termômetros caírem quase 15°C em várias cidades.

Mudança no tempo afeta a maior parte do Brasil e provoca temporais, ventanias e até granizo em algumas regiões(Fernando Frazão/Agência Brasil)

Enquanto estados como Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná já sofriam com o frio e as chuvas, principalmente em parte do Sudeste os termômetros despencaram. No Rio de Janeiro, por exemplo, o sábado teve registradas temperaturas acima dos 41°C – o portal MetSul fala em uma máxima de 43,5°C, e a sensação térmica chegou a 60°C durante a sexta-feira (17). Neste domingo, no entanto, a chegada da chuva fez com que a temperatura caísse até 28°C, máxima de hoje.

Em São Paulo, o mesmo ocorreu. Após muito calor durante o dia de sábado, um temporal caiu no final da noite e, ao longo da madrugada, as temperaturas despencaram. De uma máxima de cerca de 36°C horas antes, o domingo amanheceu com 20°C e ao longo do dia, a máxima ficou em torno dos 23°C, diminuindo cerca de 1 a 2 graus ao longo da tarde.

No Centro-Oeste, os efeitos da frente fria já foram sentidos em Mato Grosso do Sul, que teve leve queda. Campo Grande teve máxima de 34°C neste domingo, mas com o avanço da frente fria que furou o bloqueio de ar seco, a tendência é de uma diminuição ainda maior. Em parte de Mato Grosso, as chuvas também chegarão e os termômetros ficarão cerca de 3°C mais frios que no sábado.

Na segunda-feira (20), feriado de Consciência Negra, espera-se que as chuvas caiam fortes em todo o Centro-Sul. De acordo com o Climatempo, a maior parte de Minas Gerais, que teve um domingo de muito calor como nos últimos dias, deverá se juntar aos demais estados do Sudeste e partes do Centro-Oeste sofrendo alguma queda de temperatura, temporais isolados e possíveis ventanias. A máxima deverá ficar abaixo dos 30°C no começo da semana.

No Sul do país, a previsão é de que o interior gaúcho e catarinense tenham a influência de uma massa de ar seco, e o tempo fique firme após dias de chuva, enchentes e muitos estragos. No entanto, uma nova virada no tempo começará na terça-feira (21) com ventos saídos da Argentina levando nuvens carregadas ao Paraná, Santa Catarina e parte do Rio Grande do Sul – onde o alerta inspira mais cuidados. No Sul e no Oeste gaúchos, a chuva deverá ser constante.

Segundo o MetSul, as regiões serranas gaúcha e catarinense deverão ter acumulados de chuva de 100mm, e o norte de SC pode chegar a 150mm até a quinta-feira (23), quando o calor diminui e as temperaturas cairão novamente.

Já no Sudeste e em parte do Centro-Oeste, chuvas muito fortes em pontos isolados e ventanias serão a tônica dos primeiros dias da semana. A atmosfera superaquecida pode provocar chuva de granizo em algumas cidades, e os ventos podem chegar a 100 km/h na área que pega o Norte de São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Sul de Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso e Goiás. As temperaturas, no entanto, voltarão a subir no meio da semana após a queda entre a segunda e a terça-feira.

Partes do Norte e do Nordeste do país podem ter chuvas esporádicas provocadas pelo calor e umidade. A frente fria que está no centro do país, no entanto, não deverá ter força suficiente para diminuir o calor. De acordo com o InMet, as temperaturas continuarão quentes no começo da semana principalmente na região da Amazônia e no interior nordestino, e com tendência de estabilidade na maioria das cidades do litoral nordestino, com números pouco acima de 30°C nas máximas.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo