Atiradores que mataram dois policiais são procurados na Alemanha

Agentes foram assassinados durante revista a um veículo

Dois policiais foram mortos a tiros no sudoeste da Alemanha nas primeiras horas da manhã desta segunda-feira (31/01) após pararem um veículo numa estrada para fiscalização.

O incidente ocorreu por volta das 4h20 (hora local) na estrada Kreisstrasse 22, na altura do povoado de Ulmet, no distrito de Kusel  cerca de 150 quilômetros a sudoeste de Franfkurt e 40 quilômetros a oeste de Kaiserslautern. A cidade fica perto da fronteira com a França e Luxemburgo.

Os policiais foram baleados quando pararam um veículo durante um patrulhamento de rotina.

Luz de emergência em cima de uma viatura, na cor azul, ligada e, ao fundo, desfocado, um socorrista e uma ambulância
(Arquivo/Reprodução)

De acordo com o tabloide Bild, os policiais se comunicaram com os colegas por rádio no momento do ocorrido, informando que tinham parado um veículo suspeito que levava no porta-malas um animal silvestre morto. Logo depois, eles enviaram uma segunda mensagem: “Eles estão atirando em nós”. Com base nisso, a polícia acredita se tratar de pelo menos dois suspeitos.

“Nossos colegas avisaram por rádio que estavam revistando um veículo. Pouco depois nos informaram que estavam sendo alvejados”, disse Bernhard Christian Erfort, porta-voz da polícia da região, ao jornal Bild.

Autoridades decretam luto

As vítimas são um policial de 29 anos e uma policial de 24 anos que estavam fazendo patrulhamento de rotina na região. Ela ainda estava na academia de polícia em treinamento e já foi encontrada morta quando os reforços chegaram, enquanto o outro policial morreu pouco depois. 

“A polícia está procurando os criminosos em fuga e está recolhendo pistas na cena do crime”, disse a polícia em comunicado. “A descrição do criminosos ou do veículo que eles estão usando não está disponível. A direção para onde eles fugiram não é conhecida.”

“Pelo menos um dos suspeitos está armado”, disse o comunicado da sede da polícia local do estado de Renânia-Palatinado.

A governadora de Renânia-Palatinado, Malu Dreyer, e o secretário do Interior do estado, Roger Lewentz, disseram estar “profundamente tristes” pela tragédia.

Eles determinaram que as bandeiras fiquem a meio mastro na Renânia-Palatinado e disseram que bandeiras de luto estariam disponíveis para carros de patrulha.

Um dos principais sindicatos policiais da Alemanha, o GdP, disse estar “profundamente chocado com as mortes violentas”.

“Nossos pensamentos estão com os parentes dos mortos e também com nossos colegas”, disse a presidente do sindicato na Renânia-Palatinado, Sabine Kunz, em comunicado. “Esperamos que o atirador ou atiradores possam ser presos rapidamente, para que o perigo potencial para a população em geral seja evitado.”

A polícia isolou a estrada Kreisstrasse 22 entre os povoados de Mayweilerhof e Ulmet. Mais tarde, eles alertaram sobre outras possíveis interrupções de tráfego nas proximidades como resultado das buscas.

md/lf (DPA, AFP, ots)

Você usa o Telegram?

Entre em nosso canal no Telegram e receba nossas atualizações de notícias direto no seu celular. Basta clicar aqui

Compartilhe notícia

Artigos Relacionados

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie!.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.