“Vergonhoso” o que estão fazendo com povos indígenas e com a natureza no Brasil, diz Greta Thunberg

"A Amazônia, os pulmões do mundo, está no limite", alertou ativista no Senado Federal
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp
(Pedro França/Agência Senado)

A ativista sueca Greta Thunberg classificou como “extremamente vergonhosa” a postura das autoridades brasileiras diante da questão ambiental. Greta participou, nesta sexta-feira (10), de audiência pública no Senado Federal para falar sobre o tema.

Thunberg também destacou o tratamento dado a população indígena no país. “É extremamente vergonhoso o que eles estão fazendo com os povos indígenas e com a natureza”, disse. Atualmente, diversas etnias e povos indígenas brasileiros protestam contra a aprovação do Marco Temporal para demarcação de terras pelo Supremo Tribunal Federal.

“O que os líderes do mundo falharam não tem desculpa, o Brasil não tem desculpa para não assumir sua responsabilidade”, continuou Greta. “A Amazônia, os pulmões do mundo, está no limite e vemos que agora está emitindo mais carbono que consumindo por conta do desmatamento e das queimadas. Isso está sendo alimentado diretamente pelo seu governo”. A ativista optou por não citar o nome do presidente Jair Bolsonaro.

A audiência, promovida na Comissão de Meio Ambiente, tinha como objetivo debater os resultados do relatório do IPCC (Painel Intergovernamental Sobre Mudanças Climáticas, em português). Entre outras informações, o documento divulgado em agosto apontou a responsabilidade do ser humano no aumento de temperatura do planeta.

Compartilhe notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Outras notícias

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie!.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias relacionadas