Insira suas palavras-chave de pesquisa e pressione Enter.

Líder do PCC, traficante brasileiro é preso em Assunção

Agentes da Secretaria Nacional Antidrogas do Paraguai prenderam na tarde desta quarta-feira (18), em Assunção, o traficante Eduardo Aparecido de Almeida, de 39 anos, conhecido como Piska.

(SENAD/Divulgação)

Ele estava em uma casa de luxo, com carros importados na garagem e tentou escapar dos agentes.

Segundo o governo Paraguaio, após uma tentativa de fuga, o brasileiro foi preso em uma rua lateral, previamente vigiado pelos agentes. A prisão foi possível graças a troca de informações com a Polícia Federal e a operação que prendeu Eduardo foi comandada pela Procuradora-Geral do país, Lorena Ledesma.

(SENAD/Divulgação)

A casa, de alto padrão, fica no bairro Ykua Satí. Além de Eduardo, outro brasileiro que teria se associado ao traficante, identificado pelas autoridades paraguaias como Ricardo Moraes Alves, e um paraguaio, Carlos Alfredo Mendoza, também foram presos no local. Os agentes encontraram ainda dólares e dinheiro paraguaio.

(SENAD/Divulgação)

Liderança

Eduardo é apontado pelas autoridades paraguaias como o chefe regional do Primeiro Comando da Capital (PCC) no Paraguai e na Bolívia. A nota divulgada pela Secretaria Antidrogas indica que havia seis mandados de prisão contra o traficante expedidos pela Justiça brasileira por envolvimento em “vários crimes relacionados a tráfico de drogas e armas, associação criminosa, homicídios e sequestros”.

Segundo a Agência Brasil, Eduardo é acusado de ser um dos responsáveis pelo sequestro da mãe do ex-lateral Kléber, em 2006. Na época, o jogador atuava no Santos e também tem passagens pelo Corinthians e pelo Internacional, dentre outros clubes.

O traficante preso vai ser levado de avião para Cidade do Leste, na fronteira com o Brasil, e deve ser expulso do Paraguai. Ao ser entregue às autoridades brasileiras, ainda não se sabe para qual presídio Eduardo será levado.

Casa tinha sistema sofisticado de câmeras (SENAD/Divulgação)

(com informações da Secretaria Nacional Antidrogas do Paraguai)

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.