Justiça

Prevent Senior terá que ressarcir paciente tratado com ‘kit covid’

A Justiça de São Paulo determinou que a Prevent Senior deposite R$ 1,92 milhão em juízo para o pagamento do tratamento de Carlos Alberto Reis, idoso de 61 anos. Ele ficou internado em um dos hospitais da rede e tomou remédios do “kit Covid”. A decisão é provisória e cabe recurso.

Em março de 2021, devido a esse atendimento, a família transferiu Carlos para o Hospital Israelita Albert Einstein em busca de um tratamento melhor. Ele ficou dois meses internados.

A decisão de condenar a Prevent Senior foi do juiz Guilherme Santini Teodoro, da 30ª Vara Cível, foi assinada na segunda-feira (27), mas publicada nesta quarta-feira (29). O dinheiro deverá ser depositado em até cinco dias.

Vale ressaltar que a decisão é em caráter liminar, não teve a presença da defesa da empresa e cabe recurso. O valor será destinado apenas para pagar o Einstein.

Siga nosso canal no Whatsapp

Teodoro avaliou que há “elementos indicativos de falha em atendimento médico-hospitalar” por parte da Prevent Senior, com base em relatórios médicos presentes nos autos.

“Aplicou-se ‘kit Covid’ e não se providenciou internação em UTI, recomendada pelo grave estado do paciente, inicialmente atendido em enfermaria do hospital Sancta Maggiore e depois, por intervenção de médico de confiança da família, em semi UTI”, escreveu o juiz na decisão.

por TV Cultura

Mais artigos desta categoria

Botão Voltar ao topo
Fechar

Bloqueador de anúncios

Não bloqueie os anúncios