Polícia Civil fecha balada com mais de 120 pessoas

Mais de 50 pessoas estavam sem máscara de proteção
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

A Polícia Civil, durante blitz da força-tarefa de combate ao descumprimento das regras contra a pandemia de coronavírus, fechou, na madrugada de hoje (14), uma tabacaria na Vila Carrão, zona leste de São Paulo. Atendendo a denúncias, os agentes do GARRA/DOPE E DO GER, da Polícia Civil, com apoio da PM, GCM e fiscais do Procon e Vigilância Sanitária, foram até o local, onde encontraram 126 pessoas, 50 delas sem a máscara de proteção obrigatória.

Os jovens consumiam bebidas alcoólicas e fumavam narguilé, aglomerados, sem respeitar as determinações de distanciamento social vigentes por decreto do governo estadual. Todos foram identificados e tiveram antecedentes criminais checados antes de serem liberados.

Foram apreendidas seis máquinas leitoras de cartões, além de impressora, notebook e equipamentos de som. O proprietário do estabelecimento, além do gerente e dois DJs foram encaminhados ao Departamento de Polícia de Proteção à Cidadania (DPPC), no Centro, onde foi lavrado um Termo Circunstanciado de natureza Infração de Medida Sanitária Preventiva.

O estabelecimento foi multado e interditado. O valor da infração não foi divulgado, mas, apenas a falta da máscara de proteção gera uma multa de 5 mil e 200 reais por pessoa, o que, no caso, dá 260 mil reais.

*Com Paulo Édson Fiore, da Jovem Pan

Compartilhe notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Veja também

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie!.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias relacionadas