Campeonato Paulista será retomado neste sábado

A Federação Paulista de Futebol (FPF) informou que o Campeonato Paulista será retomado neste sábado (10) e que a tabela será divulgada ainda nesta sexta-feira (9). O anúncio foi feito pouco depois do governo de São Paulo autorizar novamente a realização de jogos de futebol e demais eventos esportivos no estado, iniciando a partir das 20h (horário de Brasília).

A liberação se deve à decisão do poder público de não prorrogar a Fase Emergencial, a mais restritiva no combate à disseminação do novo coronavírus (covid-19). Apesar de o estágio ser encerrado oficialmente somente no domingo (11), o governo autorizou que a retomada das partidas já ocorresse a partir de sábado.

“Tivemos uma discussão muito grande. [A restrição aos eventos esportivos] Foi, na verdade, uma recomendação do Ministério Público [Estadual]. Houve um trabalho com o MP, a FPF, varias outras federações de esportes profissionais, para que fosse estabelecido um padrão de protocolos muito mais rígido. Destacando, em especial, os protocolos de testagem. Outro ponto de discussão muito importante foi o horário em que campeonatos profissionais podem ser realizados, após as 20h, exatamente porque o toque de recolher é nesse horário, para evitar aglomerações. São campeonatos profissionais sem torcida. Isso já pode ser realizado a partir de amanhã [sábado]”, disse Patrícia Ellen, secretária de Desenvolvimento Econômico de São Paulo, em entrevista coletiva, nesta sexta.

A bola não rola em território paulista desde 14 de março, com a Fase Emergencial tendo início no dia seguinte. A FPF tentou convencer o governo estadual e o MP a liberarem os jogos, afirmando ter um protocolo de saúde eficiente, sem êxito. A entidade e os clubes da Série A1 (primeira divisão) cogitaram acionar a Justiça para garantir o calendário, mas voltaram atrás. De lá para cá, duas partidas chegaram a ser realizadas pelo Paulistão, mas em Volta Redonda (RJ): Mirassol x Corinthians, pela quinta rodada, e São Bento x Palmeiras, pela terceira.

Na semana passada, um novo protocolo, mais rígido, foi apresentado pela Federação às autoridades. O documento precisou sofrer ajustes e, somente na última quinta-feira à noite (8), o Ministério Público se manifestou favorável às medidas sanitárias. Em nota, o MP informou que o procurador-geral de Justiça, Mario Sarrubbo, encaminhou ofício ao governo paulista, dizendo que o protocolo era “um avanço positivo diante do contexto que se revelava quando da edição do Decreto de 11 de março [quando foi instituída a Fase Emergencial]”.

No comunicado em que anuncia a volta do Paulistão, a FPF elencou as mudanças feitas no protocolo inicial. Entre elas, estão a inserção de jogadores, membros de comissão técnica e arbitragem em uma bolha sanitária, com testes regulares de PCR a cada três dias. Se for detectado um caso positivo, além do afastamento da pessoa do ambiente, os contatos próximos deverão ser rastreados. O número de profissionais envolvidos nos jogos será reduzido.

As delegações deverão ficar concentradas em quartos individualizados e, antes de cada partida, serão submetidas a testes de antígeno. Nos jogos noturnos, os exames serão colhidos antes da primeira refeição, pela manhã, no respectivo dormitório. O uso de máscara será obrigatório para quem não estiver no campo. Aqueles que foram para o gramado só poderão tirar a máscara no momento do aquecimento. Os capitães devem utilizar o acessório na hora do sorteio de quem sairá jogando e da escolha dos lados.

“A FPF acionará, antes de cada partida, a Secretaria de Segurança Pública, a Polícia Militar e as Guardas Civis Metropolitanas, a fim de impedir aglomerações, especialmente nos entornos dos estádios, centro de treinamento dos clubes e adjacências. Ademais, a FPF acionará os clubes para que dialoguem com suas respectivas torcidas organizadas para reforçar a orientação de não aglomeração”, conclui a nota da Federação.

*Com informações da Agência Brasil

Zagueiro Miranda retorna ao São Paulo após 10 anos na Europa

O bom filho a casa torna. O São Paulo anunciou a contratação, nesta quarta-feira (17), do zagueiro Miranda como o novo reforço do clube. O jogador, de 36 anos, assinou contrato até 31 de dezembro do ano que vem. Ele já passou pelos exames médicos e está integrado ao elenco do Tricolor Paulista no Centro de Treinamento da Barra Funda. 

Por meio de Twitter, o clube paulista confirmou a chegada do atleta.

Miranda tem passado vencedor no São Paulo. Ele fez parte do tricampeonato brasileiro, em 2006, 2007 e 2008. Ao todo, já disputou 260 partidas com a camisa tricolor. No Brasil, ele também jogou no Coritiba, clube que o revelou.

(São Paulo FC/Reprodução)

Em 2011, o paranaense de Paranavaí iniciou passagem marcante pelo Atlético de Madrid. Na Espanha, ele conquistou o campeonato nacional (2013/14) e da Copa do Rei (2012/13), além de ter disputado a final da Liga dos Campeões (2013/2014). Na Europa, o zagueiro ainda atuou pelo Internazionale de Milão (Itália) e pelo Sochaux (França).

Pela Seleção Brasileira, Miranda disputou a última Copa do Mundo, na Rússia, em 2018. Além disso, levantou as taças da Copa das Confederações (2009), do Superclássico das Américas (2014 e 2018) e da Copa América (2019).

O último trabalho do zagueiro foi no Jiangsu Suning (China), onde foi campeão chinês em no ano passado.

Por Rafael Monteiro – Repórter da Rádio Nacional 

Ministério Público recomenda suspensão do futebol paulista

(Arquivo/Rodrigo Corsi/FPF)

O procurador-geral de Justiça do Ministério Público de São Paulo (MP-SP), Mario Sarrubbo, recomendou ao governo paulista a suspensão de eventos esportivos, inclusive partidas de futebol, na Fase Vermelha do Plano São Paulo. Mais restritiva, a fase autoriza somente o funcionamento de serviços essenciais, visando conter o avanço do novo coronavírus (covid 19).

Segundo nota divulgada pelo MP, a recomendação foi assinada nesta terça-feira (9), será publicada no Diário Oficial de quarta-feira (10) e ainda inclui “cultos, missas e demais atividades religiosas de caráter coletivo” entre os eventos a serem suspensos. Para entrar em vigência, ela precisa ser referendada pelo governador João Doria ou pela Justiça.

O governo estadual ainda não se pronunciou. No último dia 3, quando anunciou que o estado seria inserido na Fase Vermelha a partir do dia 6, o Centro de Contingência do Coronavírus em São Paulo informou que o futebol não precisaria ser interrompido e seguiria o modelo adotado na Europa, onde vários países decretaram lockdown, mas mantiveram as atividades esportivas sem presença de público.

A Federação Paulista de Futebol (FPF) se manifestou contrária à recomendação. Em nota, afirma ter um “rigoroso protocolo de saúde”, aprovado pelo Centro de Contingência e pelo próprio Ministério Público; menciona Alemanha e Estados Unidos como países onde o lockdown não interrompeu as competições, “sob o correto conceito técnico de que os jogos de futebol não são, sob nenhuma hipótese, locais que sugerem qualquer tipo de contaminação”; e destaca que a modalidade “é um importante entretenimento à população neste trágico momento que vivemos”.

A entidade encerra o comunicado afirmando que “não há qualquer argumento científico que sustente a tese de que o futebol profissional gere aumento no número de casos” e diz que a paralisação “deixaria expostos milhares de atletas, que não mais passariam a ter o controle médico diário e de testagem que o futebol oferece”.

Além do futebol, São Paulo recebe competições de outras modalidades. Caso das Superligas Masculina e Feminina de vôlei, que iniciam nesta semana o mata-mata; do Novo Basquete Brasil (NBB), que tem cinco dos sete ginásios-sede do segundo turno situados no estado; e da Liga de Basquete Feminino (LBF), onde cinco dos oito participantes são clubes paulistas.

Na recomendação, de acordo com a nota do MP, Sarrubbo afirma que “o recrudescimento da situação causada pela covid-19, com o aumento do número diário de pessoas infectadas, de internações e de mortes” torna “imprescindível” a suspensão das atividades esportivas. Ainda segundo o comunicado, os médicos que integram o gabinete de crise da Procuradoria-Geral de Justiça alertaram para a taxa de ocupação de leitos das unidades de terapia intensiva (UTIs) no estado e “o maior índice de transmissibilidade das novas cepas do coronavírus”.

Na segunda-feira (8), o governo paulista registrou que a taxa de ocupação das UTIs está em 80% no estado e em 81,2% na Grande São Paulo. O total de pacientes internados por conta da covid-19 é de quase 20 mil, sendo 11 mil em enfermaria e 8,6 mil nas unidades de terapia intensiva.

Por Lincoln Chaves – Repórter da TV Brasil e da Rádio Nacional 

Palmeiras leva melhor e vence o Grêmio

(Cesar Greco/Palmeiras)

Embalado após o título da Libertadores, o Palmeiras abriu vantagem na briga pelo troféu da Copa do Brasil de 2020. Na noite deste domingo (28), no jogo de ida da grande final, o time paulista visitou e venceu o Grêmio, em sua Arena, em Porto Alegre, pelo placar de 1 a 0. Gustavo Gómez, de cabeça, ainda no primeiro tempo fez o único gol do jogo.

As duas equipes voltam a se encontrar no próximo domingo (07), no jogo do título, que será disputado em São Paulo, no Estádio Allianz Parque, às 18h. Como venceu o jogo de ida, o Palmeiras tem a vantagem de jogar por um empate. Já ao Grêmio resta uma vitória por dois gols de diferença para ficar com o título no tempo regulamentar. Uma vitória por um gol, levará a decisão para os pênaltis.

A partida começou bastante movimentada, com os dois times buscando espaço para chegar com perigo ao gol adversário. Apesar disso, a primeira chance clara aconteceu apenas aos 25 minutos, pelos lados do Palmeiras. Rony cobrou falta da intermediária e parou em uma boa defesa do goleiro Paulo Victor. Minutos depois, o time paulista foi mais preciso e abriu o placar.

Aos 31, depois de um escanteio cobrado na área, Gustavo Gómez apareceu livre na área e testou firme. A bola ainda resvalou na mão do goleiro gremista, mas acabou morrendo no fundo das redes. A resposta do Grêmio veio aos 40 em um chute de Alisson que mandou por cima. Por isso, o primeiro tempo terminou com a vitória parcial do Palmeiras.

Na volta do intervalo, o time paulista teve a chance de ampliar logo aos dez minutos, quando Rony perdeu um gol incrível. O camisa 11 recebeu um cruzamento rasteiro de Raphael Veiga da direita e de frente para o gol, acabou pegando muito forte na bola e mandando por cima. Depois disso, o zagueiro Luan acabou expulso após uma entrada em Diego Souza e o Palmeiras ficou com um jogador a menos.

A partir daí, o ritmo da decisão caiu um pouco por conta das muitas substituições feitas para ambos os lados. Mas, o Grêmio seguiu em pressionando em busca do empate. Aos 28, Diego Souza cobrou falta curte e Ferreira chutou firme, mas em cima do goleiro Weverton que fez a defesa. Nos minutos finais, o time gaúcho ainda pediu um pênalti, mas o duelo terminou mesmo com a vitória magra do Palmeiras.

Por FPF

Após confirmar saída de Cuca, Santos anuncia Ariel Holan

Ariel Holan, novo técnico do Santos (Reprodução)

Um dia após confirmar a saída de Cuca, o Santos anunciou o argentino Ariel Holan como técnico até dezembro de 2023. O profissional de 60 anos estava na Universidad Católica, pela qual foi campeão chileno da temporada 2020.

Holan trabalha como treinador de futebol desde 2015, quando assumiu o Defensa Y Justicia (Argentina). Antes, era técnico de hóquei sobre a grama e levou o Uruguai à medalha de bronze nos Jogos Pan-Americanos de Santo Domingo (República Dominicana), em 2003.

O agora comandante santista trocou o hóquei pelo futebol na sequência do Pan, inicialmente como analista de desempenho e depois como auxiliar técnico. Na função de treinador, obteve o primeiro título em 2017, quando levou o Independiente (Argentina) ao título da Copa Sul-Americana diante do Flamengo.

Foi pelo clube argentino que o novo comandante alvinegro esteve frente a frente com o Santos em 2018. Na ocasião, as equipes empataram sem gols no primeiro jogo do confronto das oitavas de final da Libertadores. Considerado culpado pela escalação irregular do meia Carlos Sánchez na partida, o Peixe foi punido com uma derrota por 3 a 0. No duelo de volta, um novo 0 a 0 culminou na classificação do Independiente de Holan.

Cuca, aliás, deixou escapar que a contratação do argentino estava certa na entrevista coletiva que concedeu após o empate por 1 a 1 com o Fluminense, no último domingo (21), na Vila Belmiro, que garantiu o Peixe na fase preliminar da Libertadores de 2021. “Falei para os jogadores do novo treinador, da ajuda e de como recebê-lo. Da dificuldade no começo. Vai chegar e terá Santo André, Ferroviária, São Paulo [pelo Campeonato Paulista]. Antes, tem o Bahia, que importa muito. O pessoal vai ter que aceitar o treinador mais que tudo. Conversei com o grupo, com os auxiliares e todo o departamento médico. O Holan vem com pouca gente, ele e mais dois auxiliares. Vai precisar muito de toda a turma”, disse o agora ex-técnico santista.

Em depoimento ao site oficial do Santos, Holan destacou a história do clube e prometeu que aprenderá o idioma português para qualificar o trabalho. “Estou muito feliz em dirigir o Santos, um clube de tantos craques como Pelé e Neymar. Será um desafio participar de uma das ligas mais equilibradas do mundo, mas confio plenamente que vamos entregar um bom resultado para a torcida com mentalidade ofensiva e que os jogadores mais novos sejam aproveitados com os mais experientes”, declarou o técnico.

Saída de Cuca

Em nota oficial, o Santos também se manifestou sobre a saída de Cuca. Iniciada após a eliminação no Campeonato Paulista do ano passado, a nova passagem do treinador pelo Peixe teve 18 vitórias, 14 empates e 12 derrotas. Mesmo em meio a uma grave crise financeira pela qual passa o clube, sem poder registrar novos atletas devido a uma punição imposta pela Federação Internacional de Futebol (Fifa), o Peixe alcançou a final da Libertadores de 2020 e garantiu presença na edição deste ano do torneio continental.

“Ele foi mais do que um técnico, foi um gestor de pessoas. Uniu o time em busca dos objetivos. Foi fundamental, abraçou a molecada, deixou de lado os problemas de bastidores do Clube, criou um clima excelente dentro do grupo e isso foi espelhado nos resultados. Sua participação foi um dos motivos, senão o maior, de termos esses feitos”, disse, no comunicado, o presidente Andrés Rueda.

Por Lincoln Chaves – Repórter da Tv Brasil e da Rádio Nacional 

Corinthians fica distante da Libertadores após empate com Vasco

(Rodrigo Coca/Agência Corinthians)

O Corinthians não saiu do zero contra o ameaçado Vasco neste domingo, na Neo Química Arena, em São Paulo, pela 37ª e penúltima rodada do Campeonato Brasileiro e se complicou na briga por uma vaga na Libertadores.

O resultado deixou o clube paulista na décima colocação com 50 pontos, a seis do G7. O Grêmio fecha a zona de classificação, mas se for campeão da Copa do Brasil abrirá mais uma vaga. O Vasco, por sua vez, se manteve na zona de rebaixamento, no 17º lugar com 38 pontos, a três do primeiro rival fora da degola.

Corinthians e Vasco tiveram uma chance cada no primeiro tempo. Os donos da casa assustaram aos 16 minutos. Fagner recebeu de Gustavo Mosquito e meteu uma bomba para o gol, mas Fernando Miguel defendeu.

Corinthians e Vasco fizeram valer o atual momento e realizaram um primeiro tempo de dar sono. Aos 16 minutos, Gustavo Mosquito tocou para Fagner, que invadiu a área e encheu o pé, mas Fernando Miguel fez boa defesa.

Aos 37 minutos, Carlinhos recebeu de Pikachu e, da intermediária, arriscou. A bola passou perto do gol. Ainda nos 45 minutos iniciais, Fagner e Talles Magno foram amarelados após desentendimento. Já Mosquito foi substituído por Gabriel Pereira após sentir lesão.

No segundo tempo, Fábio Santos chutou firme aos 18 minutos e a bola tirou tinta da trave. Três minutos depois, Henrique cruzou, a bola fez curva e acertou a trave do Corinthians. Aos 46 minutos, Jô recebeu de Otero e bateu firme, mas Fernando Miguel defendeu.

Na 38ª e última rodada, o Corinthians visitará o Internacional no Beira-Rio, em Porto Alegre, na próxima quinta-feira, às 21h30. No mesmo dia e horário, o Vasco receberá o Goiás em São Januário, no Rio de Janeiro.

Jean Mota, em seu primeiro toque na bola aos 41 minutos do segundo tempo, marcou o gol de empate do Santos diante do Fluminense por 1 a 1, neste domingo, na Vila Belmiro, pela 37ª rodada do Campeonato Brasileiro e deixou os paulistas com chances de vaga na Libertadores. Lucca fez para os cariocas.

O resultado deixou o Santos na oitava colocação com 54 pontos, a três do Palmeiras, que fecha o G7. A vaga ainda pode vir em caso de título do Grêmio na Copa do Brasil. O Fluminense, por outro lado, perdeu a chance de entrar no G4 e parou na quinta colocação com 61 pontos.

O Santos não se encontrou no primeiro tempo e o Fluminense soube aproveitar a chnace criada. Aos 15 minutos, Lucca abriu o marcador. Ele recebeu de Luiz Henrique, avançou e bateu de esquerda. Sem chance para o goleiro João Paulo.

Como o time da casa não reagiu, o Fluminense foi pra cima e assustou. Fred pegou bola rebatida e chutou de canhota, mas desta vez João Paulo fez boa defesa.

O segundo tempo também teve poucas chances. O Fluminense tentou administrar o placar. O Santos, enquanto isso, acordou só no final. Aos 32 minutos, Marcos Felipe fez defesa em chute rasteiro de Felipe Jonatan. Aos 34, Luan Perez desviou de cabeça, mas a bola subiu.

Tudo começou a mudar aos 38 minutos com a expulsão de Nino, do Fluminense. Jean Mota entrou na vaga de Felipe Jonatan aos 40 minutos. No minuto seguinte, ele empatou o jogo ao completar para o fundo das redes.

A 38ª e última rodada será toda disputada na próxima quinta-feira, às 21h30. Enquanto o Santos visitará o ameaçado Bahia na Arena Fonte Nova, em Salvador, o Fluminense receberá o também ameaçado Fortaleza no Maracanã, no Rio de Janeiro.

Por FPF

Santos empata e fica próximo da Libertadores

(Santos FC/Reprodução)

Jean Mota, em seu primeiro toque na bola aos 41 minutos do segundo tempo, marcou o gol de empate do Santos diante do Fluminense por 1 a 1, neste domingo, na Vila Belmiro, pela 37ª rodada do Campeonato Brasileiro e deixou os paulistas com chances de vaga na Libertadores. Lucca fez para os cariocas.

O resultado deixou o Santos na oitava colocação com 54 pontos, a três do Palmeiras, que fecha o G7. A vaga ainda pode vir em caso de título do Grêmio na Copa do Brasil. O Fluminense, por outro lado, perdeu a chance de entrar no G4 e parou na quinta colocação com 61 pontos.

O Santos não se encontrou no primeiro tempo e o Fluminense soube aproveitar a chnace criada. Aos 15 minutos, Lucca abriu o marcador. Ele recebeu de Luiz Henrique, avançou e bateu de esquerda. Sem chance para o goleiro João Paulo.

Como o time da casa não reagiu, o Fluminense foi pra cima e assustou. Fred pegou bola rebatida e chutou de canhota, mas desta vez João Paulo fez boa defesa.

O segundo tempo também teve poucas chances. O Fluminense tentou administrar o placar. O Santos, enquanto isso, acordou só no final. Aos 32 minutos, Marcos Felipe fez defesa em chute rasteiro de Felipe Jonatan. Aos 34, Luan Perez desviou de cabeça, mas a bola subiu.

Tudo começou a mudar aos 38 minutos com a expulsão de Nino, do Fluminense. Jean Mota entrou na vaga de Felipe Jonatan aos 40 minutos. No minuto seguinte, ele empatou o jogo ao completar para o fundo das redes.

A 38ª e última rodada será toda disputada na próxima quinta-feira, às 21h30. Enquanto o Santos visitará o ameaçado Bahia na Arena Fonte Nova, em Salvador, o Fluminense receberá o também ameaçado Fortaleza no Maracanã, no Rio de Janeiro.

Por FPF

Rebaixado, Coritiba derrota Palmeiras

O jogador Gustavo Scarpa, da SE Palmeiras, disputa bola com o jogador Sabino, do Coritiba FC (Cesar Greco/Palmeiras/via Agência Brasil)

Mesmo já rebaixado para a Série B do Brasileiro, o Coritiba derrotou o Palmeiras, nesta quarta-feira (17) no estádio Couto Pereira, por 1 a 0 em partida atrasada da 35ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Com este revés, o time paulista fica na 6ª posição, com 56 pontos. Já o Coxa alcançou aos 31 pontos, mas permanece na 19ª posição.

Após uma etapa inicial movimentada, inclusive com gol anulado de Gabriel Menino por impedimento de Esteves na jogada, o Coritiba conseguiu achar o gol da vitória aos 42 minutos do segundo tempo. O responsável foi o lateral Jonathan, que acertou um chute colocado da entrada da área.

O time paulista foi muito prejudicado por jogar com um jogador a menos desde os 17 minutos da etapa final, quando o zagueiro Kuscevic foi expulso após lance com o atacante Osman.

Próximos compromissos

O Palmeiras volta a campo na próxima sexta-feira (19), quando faz clássico com o São Paulo no estádio do Morumbi válido pela 34ª rodada da competição. Já o Coritiba volta a atuar no sábado (20), quando mede forças com o Ceará no estádio Couto Pereira pela 37ª rodada.

Veja a classificação da Série A do Brasileiro.

Por Agência Brasil

Seleção feminina se apresenta nos EUA para torneio She Believes

(Laura Zago/CBF)

A seleção feminina de futebol já está reunida em Orlando (Estados Unidos) para disputa do She Believes, torneio amistoso que serve de preparação para a Olimpíada de Tóquio (Japão). A equipe comandada pela técnica Pia Sundhage se apresentou nesta segunda-feira (15) à tarde.

Na chegada à concentração, as jogadoras e a comissão técnica foram submetidas a exames de PCR, seguindo protocolo de saúde de combate ao novo coronavírus (covid-19). A delegação já havia realizado testes de swab nasal (cotonete) quatro e dez dias antes da apresentação. A avaliação prévia detectou a presença do vírus na lateral Fabi Simões, do Internacional, que foi cortada. A zagueira Kathleen, da Inter de Milão (Itália), foi chamada no lugar.

“É a nossa antepenúltima data Fifa [período destinado a partidas entre seleções]. É um importante torneio, disputado contra seleções muito qualificadas, então, será um bom teste e conforme vai afunilando, chegando mais próximo da Olimpíada, os jogos ficam mais importantes”, destacou a zagueira Bruna Benites, do Internacional, à CBF TV.

O Brasil estreia no She Believes na próxima quinta-feira (18), às 18h (horário de Brasília), contra a Argentina, única seleção presente no torneio que não estará em Tóquio. No domingo (21), o desafio será contra as anfitriãs norte-americanas, atuais bicampeãs mundiais, às 17h. No próximo dia 24, as brasileiras encaram o Canadá às 18h. Os jogos serão no Exploria Stadium, em Orlando.

Por Lincoln Chaves – Repórter da TV Brasil e da Rádio Nacional 

Palmeiras faz treino antes de enfrentar o Tigres

Os jogadores Luiz Adriano e Alan Empereur (D), da SE Palmeiras, durante treinamento, na cidade de Doha, Catar. (Cesar Greco/Palmeiras)

O Verdão realizou na noite deste sábado (06), em um dos campos da Aspire Academy, em Doha, no Catar, mais um treino visando o confronto com o Tigres-MEX, no domingo, às 15h (de Brasília), no Estádio Education City, pela semifinal da Copa do Mundo de Clubes da FIFA.

A primeira atividade foi com os jogadores divididos por posições e teve como intuito aperfeiçoar transições, movimentações, balanços, marcações, quebras de linha etc.

Na sequência, o trabalho foi mais técnico: a comissão do treinador Abel Ferreira ensaiou jogadas específicas (defensivas e ofensivas) e orientou bastante os jogadores.

Por fim, foi colocado em prática um recreativo e, antes do retorno ao hotel, alguns atletas cobraram pênaltis.

O atacante Wesley, em transição física, treinou grande parte com os companheiros. O atacante Gabriel Veron trabalhou à parte com os profissionais do Núcleo de Saúde e Performance.

Por Palmeiras