No sexto dia da Olimpíada, Brasil avança no futebol e na canoagem

Reprodução / Lucas Figueiredo / Facebook Oficial CBF

A seleção olímpica brasileira de futebol masculina se classificou às quartas de final nos Jogos de Tóquio (Japão) em primeiro lugar no Grupo D, rumo ao bicampeonato. A liderança foi definida após o Brasil vencer a Arábia Saudita por 3 a 1 no estádio de Saitama, na cidade japonesa de mesmo nome. A equipe vai enfrentar o Egito, segundo colocado do Grupo C, nas quartas de final do torneio, no sábado, às 7h.

Canoagem

O Brasil terá dois representantes nas semifinais da categoria slalom, que começam nas primeiras horas desta quinta-feira (29). Ana Sátila garantiu a classificação na madrugada de hoje (28) na canoa individual (C1) e Pedro Gonçalves, o Pepê, no caiaque individual (K1). Sátila disputa as semifinais às 2h (horário de Brasília) desta quinta (29), e Pepê na sexta (30), também às 2h. As finais serão disputadas na sequência das semifinais. 

Judô

A judoca Maria Portela foi eliminada nas oitavas de final da categoria até 70 kg, em uma luta histórica e polêmica, no Budokan. O combate desta quarta-feira, entre a gaúcha e a russa Madina Taimazova durou mais de 14 minutos, dez só de golden score (tempo extra no qual vence o atleta que pontuar primeiro). A vitória da russa foi decretada após a brasileira receber um terceiro shido (punição) por falta de combatividade.

Vôlei de praia

As brasileiras Ana Patricia e Rebecca foram derrotadas por Tina Graudina e Anastasija Kravcenoka, da Letônia, por 2 sets a 1 (parciais de 15/21, 21/12 e 12/15), no início da madrugada desta quarta-feira, no Parque Shiokaze.

Este foi o primeiro revés, no Grupo D da competição, da equipe do Brasil, que superou as quenianas Gaudencia Makokha e Brackides Khadambi por 2 sets a 0 na estreia. Agora, Ana Patricia e Rebecca enfrentam Kelly Claes e Sarah Sponcil na próxima sexta-feira (30), a partir das 21h (horário de Brasília), em busca de uma vaga para as oitavas de final.

Natação

Não deu para o brasileiro Leonardo de Deus na final dos 200 m (metros) estilo borboleta. O nadador sul-mato-grossense terminou a prova desta terça-feira (27), no Centro Aquático da capital japonesa, em sexto lugar, com o tempo de 1min55s19. A marca ficou 24 centésimos acima da estabelecida por ele na semifinal, quando fez o segundo melhor tempo.

Já no revezamento 4×200 metros (m) estilo livre, a equipe do Brasil terminou a final na oitava e última posição. A prova de hoje foi realizada no Centro Aquático da capital japonesa. O jovem quarteto formado por Fernando Scheffer, Murilo Sartori, Breno Correia e Luiz Altamir cravou o tempo de 7min8s22, quase meio segundo acima da marca feita na eliminatória, que também rendeu a eles o oitavo lugar.

Badminton

O aniversário de 33 anos de Fabiana Silva não foi comemorado como o esperado. Nesta quarta-feira (27), a fluminense se despediu do torneio feminino da modalidade ainda na primeira fase, ao perder da chinesa naturalizada norte-americana Beiwen Zhang por 2 sets a 0, com parciais de 9/21 e 10/21, no Parque Florestal Musashino.

Número 69 no ranking da Federação Internacional da modalidade (IBF, sigla em inglês), Fabiana precisava vencer a rival (14ª do mundo) sem perder sets e com uma diferença maior que 14 pontos para ficar à frente na classificação do Grupo H.

Tênis feminino

A dupla brasileira formada por Laura Pigossi e Luisa Stefani se classificou para as semifinais dos Jogos de Tóquio, ao derrotar de virada as norte-americanas Jessica Pegula e Bethanie Mattek-Sands por 2 sets a 1, em 1h26min de partida. Com o resultado, a dupla já iguala o melhor resultado do tênis brasileiro na história dos Jogos Olímpicos, que foi a semifinal de Fernando Meligeni, em Atlanta 1996.

Ginástica artística

O Fluminense Caio Souza terminou na 17ª posição na final do individual geral masculino de ginástica artística. A competição foi realizada nesta quarta-feira (28) no Centro de Ginástica de Ariake, no distrito de Ariake, na capital Tóquio. Já o paulista Diogo Soares foi o 20° colocado. Estiveram na disputa 24 competidores que saltaram em busca de medalha na decisão.

Diogo, de 19 anos, caçula da ginástica artística, somou um total de 81.198 pontos, enquanto Caio finalizou sua participação com 81.532 pontos na tabela de classificação.

Tênis de mesa

O carioca Hugo Calderano, número seis do mundo, está fora da disputa de medalha na chave de simples do tênis de mesa. O brasileiro foi superado por 4 sets a 2 nas quartas de final pelo alemão Dimitrij Ovtcharov, 12º no ranking mundial da Federação Internacional de Tênis de Mesa (ITTF, sigla em inglês).

Apesar da eliminação, Calderano obteve o melhor desempenho do país na modalidade em Jogos Olímpicos – na Rio 2016 ele saiu nas oitavas.

Vôlei

A seleção brasileira masculina de vôlei perdeu nesta quarta-feira para a equipe Russa (ROC, na sigla em inglês) por 3 sets a 0, com parciais de 25/22, 25/20 e 25/20. O duelo foi realizado na Arena de Ariake, na capital Tóquio.

Com este resultado, o Brasil caiu para a terceira colocação do Grupo B. Já a Rússia assumiu a liderança, enquanto os Estados Unidos ocupam a vice-liderança.

Por Agência Brasil

Corinthians anuncia Renato Augusto

(Agência Corinthians/via Agência Brasil)

O bom filho a casa torna. O meio-campista Renato Augusto está de volta ao Corinthians. O clube anunciou nesta quinta-feira (22) a contratação do jogador de 33 anos como o novo reforço para o elenco do técnico Sylvinho. Em sua segunda passagem pela equipe paulista, o atleta assinou contrato até dezembro de 2023. A última camisa que ele defendeu foi a do Beijing Guoan (2016-2021), da China.

Em sua primeira experiência com a camisa do Timão, entre 2013 e 2015, Renato conquistou os Campeonatos Paulista (2013) e Brasileiro (2015), além da Recopa Sul-Americana (2013). Renato Augusto entrou em campo em 127 oportunidades, tendo obtido 68 vitórias, 38 empates e 21 derrotas. Ele tem anotado 15 gols com a camisa corintiana.

Além do futebol chinês, o carioca teve passagens por Flamengo (2005-2008) e Bayer Leverkusen-ALE (2008-2012). O meio-campista também defendeu a seleção brasileira, tendo disputado a Copa do Mundo da Rússia (2018) e conquistado ouro Olímpico na Rio-2016.

Por Agência Brasil

Seleção feminina estreia com goleada sobre a China

(Sam Robles/CBF/via Agência Brasil)

A seleção brasileira de futebol feminino estreou com goleada de 5  a 0 contra a China, na Olimpíada de Tóquio (Japão), na manhã desta quarta-feira (21). Após o triunfo no estádio de Miyagi, na cidade de Rufu, as brasileiras garantiram os três primeiros pontos do Grupo F.

O Brasil começou em um ritmo arrasador. Logo aos oito minutos de jogo, a rainha Marta bateu de primeira, inaugurando o marcador. Na sequência, aos 21, foi a vez da atacante Debinha aproveitar o rebote da goleira Peng Shimeng, no chute de Bia Zaneratto, e empurrar para o fundo da rede, fazendo o segundo do duelo.

As chinesas melhoraram o desempenho no final da primeira etapa. Aos 39, Miao Siwen assustou em um chute na entrada da grande área, obrigando a intervenção da goleira Bárbara.

Após o intervalo, a China continuou em busca de diminuir a desvantagem. Aos 6, Wang Shanshan recebeu passe pela direita e acetou a trave da equipe brasileira. Sete minutos depois, aos 13, foi a vez de Debinha finalizar no travessão.

Apesar da seleção asiática ter conseguido equilibrar o confronto, quem marcou mais uma vez foi a Seleção Brasileira. Aos 28, a camisa 10 Marta bateu colocado, no canto esquerdo, e fez o terceiro das brasileiras. Na quinta edição da rainha em Jogos Olímpicos, este foi 12º gol marcado pela jogadora.

Em seguida, o Brasil foi soberano na partida. A meio-campista Andressa Alves foi derrubada por Wang Xiaoxue na área e sofreu o pênalti aos 36. Ela mesma cobrou e fez o quarto do jogo. Ainda deu tempo para o quinto. Debinha deu assistência para a atacante Bia Zaneratto, que empurrou para o fundo da rede, fechando o placar. China 0, Brasil 5.

As brasileiras voltam a campo no sábado (24) para enfrentar a Holanda. A partida será realizada no estádio Miyagi, às 8h (horário de Brasília).

Seleção masculina estreia nesta quinta (22)

O escrete olímpico masculino faz o primeiro jogo contra a Alemanha, nesta quinta (22), às 8h30 (horário de Brasília), no estádio Yokohama Internacional, na cidade de Yokohama. Os brasileiros vão reeditar a final dos Jogos da Rio 2016, quando o país levou a melhor nos pênaltis, após empate em 1 a 1 no tempo regulamentar. A vitória por 5 a 4 nas penalidades garantiu o ouro inédito ao Brasil no futebol olíimpico.

Por Rafael Monteiro – Repórter da Rádio Nacional 

Palmeiras recebe Universidad Católica pelas oitavas da Libertadores

Líder isolado da Série A do Campeonato Brasileiro, o Palmeiras entra em campo no Estádio Allianz Parque, nesta quarta-feira (21), às 19h15 (horário de Brasília), em busca de uma vaga nas quartas de final da Copa Libertadores. O atual bicampeão continental recebe o chileno Universidad Catolica que, no jogo de ida das oitavas, perdeu em casa para o Verdão, por 1 a 0, na semana passada. Com a vantagem construída no Chile, o time paulista avança esta noite se vencer ou empatar por qualquer placar. Em caso de derrota por 1 a 0, a decisão da vaga irá para a cobrança de pênaltis.

No último domingo (17), o Palmeiras emplacou a sétima vitória seguida no Brasileirão, com goleada de 3 a 0 sobre o Atlético-GO por 3 a 0. Para o treinador português Abel Ferreira, o segredo do triunfo é trabalhar coletivamente.

“Não vamos ganhar sempre, mas lutar sempre. Isto é fruto da vontade dos jogadores em ter esta cultura de vitória, ambição, disciplina e rigor”, disse o treinador em coletiva.

Caso avance na competição, o Palmeiras seguirá no caminho rumo ao terceiro título da Libertadores. Apesar do forte elenco, o Verdão bem buscando no  mercado um lateral-esquerdo, já que o uruguaio Viña está em negociações com a Roma (Itália). 

Por Rodrigo Ricardo – Repórter da Rádio Nacional 

Malcom é convocado para substituir D. Augusto na seleção olímpica

Reprodução / Twitter oficial @CBF_Futebol

O meia-atacante Malcom, do Zenit (Rússia), é o mais novo convocado da seleção olímpica masculina brasileira nos Jogos de Tóquio (Japão). Ele entrará no lugar de Douglas Augusto, cortado no último dia 11, devido a uma lesão na coxa. Malcom, de 24 anos, se apresenta à equipe no próximo domingo (18), em Tóquio.

O camisa 10 do Zenit  já constava da lista inicial do técnico André Jardine, mas o clube russo na época havia vetado a liberação do atleta. O meia-atacante treinou com a seleção na sétima etapa de preparação realizada na Sérvia, no início de junho. 

Na Rússia desde 2019, o  Malcom completou 50 jogos pelo Zenit no último domingo (11), em amistoso contra o Karlsruher. Antes de embarcar para o Japão, o brasileiro entrará em campo neste fim de semana, em duelo da Supertaça da Rússia, contra o Locomotiv. 

A segunda etapa de treinos antes dos Jogos ocorre na Sérvia. Jardine já conta com 19 jogadores.Amanhã (15), a seleção fará o último jogo preparatório antes de Tóquio. O duelo contra os Emirados Árabes, será às 16h (horário de Brasília), no Estádio Karadorde, do FK Vojvodina, clube da cidade de Novi Sad, a 50 minutos da capital Belgrado.

A seleção olímpica embarca para o Japão na sexta-feira (16). A estreia nos Jogos será contra a Alemanha, no dia 22 de julho, _às 8h30 (horário de Brasília), na cidade de Yokohama.

Por Agência Brasil

São Paulo e Racing se reencontram na Libertadores

Reprodução / Facebook Oficial São Paulo FC /Rubens Chiri

De um lado, um São Paulo que disputará o décimo jogo no intervalo de um mês. Do outro, um Racing que não atua há quase 40 dias, desde a final da Copa da Liga Argentina, que finalizou a temporada do futebol no país vizinho. É neste cenário que as equipes se enfrentam nesta terça-feira (13), às 21h30 (horário de Brasília), no Morumbi, no primeiro duelo do confronto pelas oitavas de final da Libertadores.

O Tricolor praticamente não respirou ao longo da temporada 2021, iniciada no fim de fevereiro. O jejum de nove anos sem conquistas chegou ao fim com o título paulista, mas a parte física cobrou o preço. O zagueiro Miranda, o lateral Daniel Alves, o volante Luan, o meia Martín Benítez e os atacantes Luciano e Emiliano Rigoni desfalcaram a equipe por lesão durante os últimos 30 dias. As ausências impactaram o rendimento em campo. Foram sete jogos sem vitórias, que mantiveram o São Paulo na zona de rebaixamento do Brasileirão em boa parte das primeiras rodadas. Cenário que só se modificou nas duas últimas rodadas.

“Se você [jornalista] perguntar a eles [Racing], vão dizer que nós temos vantagem, porque estamos jogamos. Para nós, não é vantagem porque temos jogado muito. Isso é o futebol, é o calendário. Temos que nos adaptarmos a situação”, afirmou o técnico do São Paulo, Hernán Crespo, em entrevista coletiva no último sábado (10), após a vitória por 1 a 0 sobre o Bahia, no Morumbi, pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Contundidos, Luciano e Rigoni desfalcarão o Tricolor paulista neste primeiro embate com o Racing. Apesar de recuperado, Daniel Alves também estará ausente, pois está à serviço da seleção olímpica que disputará os Jogos de Tóquio (Japão). Por sua vez, o zagueiro Bruno Alves está suspenso. A expectativa é que Crespo escale a base da equipe que derrotou o Bahia, no último sábado (10), pelo Campeonato Brasileiro, com Tiago Volpi; Diego Costa, Robert Arboleda e Léo; Igor Vinicius, Luan, Liziero, Martín Benítez e Reinaldo; Vitor Bueno e Éder. Destes, Luan, Benítez e Éder foram poupados contra o Esquadrão de Aço.

Do lado do Racing, a dúvida é se o técnico Juan Antonio Pizzi utilizará a formação com quatro ou cinco defensores. Nos duelos anteriores contra o São Paulo, os argentinos iniciaram as partidas no 5-3-2. A provável escalação deverá ter Gabriel Arias; Juan Cáceres, Nery Domínguez, Leonardo Sigali, Maurício Martínez e Eugenio Mena; Leonel Miranda, Aníbal Moreno e Ignacio Piatti; Enzo Copetti e Tomás Chancalay.

As equipes se enfrentaram na fase de grupos da Libertadores. Pela terceira rodada, no estádio El Cilindro, em Avellaneda (Argentina), a partida terminou empatada sem gols. Na quinta rodada, o Racing ganhou por 1 a 0 no Morumbi. Os argentinos finalizaram o Grupo E na liderança com 14 pontos, três a frente dos brasileiros.

Por Lincoln Chaves – Repórter da TV Brasil e Rádio Nacional

Seleção masculina chega à Sérvia para preparação para Jogos de Tóquio

Bruno Pacheco/CBF via Twitter Oficial CBF

A seleção brasileira de futebol masculino que representará o Brasil nos Jogos de Tóquio está na Sérvia. No país europeu, o técnico André Jardine prepara a equipe para o megaevento esportivo que terá sua cerimônia de abertura no dia 23 de julho. Nesta segunda-feira (12), quem concedeu entrevista coletiva foi o zagueiro Nino, do Fluminense.

O defensor do Tricolor das Laranjeiras espera uma disputa em alto nível em Tóquio: “O nível da competição será elevado. Temos nomes conhecidos mundialmente em todas as seleções, inclusive a nossa, que vem muito forte. Então tem tudo para ser uma competição especial, de alto nível, e temos nos preparado para isso”.

Para alcançar um bom resultado na Olimpíada, Nino acredita que a presença do experiente lateral Daniel Alves, de 38 anos, será muito importante. “[Ele] é um líder e um cara sempre aberto ao diálogo”.

O grupo do Brasil ficará completo na próxima quinta-feira (15), com a chegada de Douglas Luiz e Richarlison, que disputaram a final da Copa América pela seleção principal. No mesmo dia a equipe comandada por André Jardine enfrenta os Emirados Árabes em partida amistosa. Será o último teste do Brasil antes da estreia nos Jogos de Tóquio, no dia 22 a partir das 8h30 (horário de Brasília), contra a Alemanha em Yokohama.

Por Rodrigo Ricardo – Repórter da Rádio Nacional 

Palmeiras bate Grêmio e vira líder do Brasileiro

Gabriel Menino comemora gol contra o Grêmio (Cesar Greco/Palmeiras/via Agência Brasil)

O Campeonato Brasileiro tem novo líder. Nesta quarta-feira (7), o Palmeiras derrotou o Grêmio por 2 a 0 no Allianz Parque, em São Paulo, pela décima rodada da competição, tomando a dianteira na classificação pela primeira vez na temporada.

O Alviverde chegou aos mesmos 22 pontos do Red Bull Bragantino, mas ultrapassou o Massa Bruta, antigo líder, por ter uma vitória a mais (sete a seis). O Tricolor continua amargando a lanterna do Brasileiro, com dois pontos em oito jogos. Os gaúchos, que foram dirigidos pelo interino Thiago Gomes, têm duas partidas a menos. No domingo (4), após a derrota em casa para o Atlético-GO, o técnico Tiago Nunes foi demitido.

Quinze segundos. Foi só o que o Palmeiras necessitou para sair na frente do Grêmio com Raphael Veiga. Ele ficou com a sobra de um chutão do zagueiro Pedro Geromel que explodiu no também meia Gustavo Scarpa e finalizou com a bola ainda no ar. Foi o gol mais rápido da história do Allianz Parque.

O Verdão continuou pressionando e ampliou aos 16 minutos. Matías Viña cruzou pela esquerda e o também lateral Gabriel Menino, de cabeça, mandou para as redes. Os anfitriões chegaram perto do terceiro gol, mas o arremate cruzado do atacante Wesley, aos 25 minutos, passou rente à meta de Brenno. Aos 39, Raphael Veiga arrematou da entrada da área, mas parou no goleiro gremista.

O Grêmio voltou do intervalo com uma postura um pouco mais agressiva. Aos dois minutos, Ferreira aproveitou uma saída errada do zagueiro Luan, invadiu a área e rolou à esquerda para o também atacante Ricardinho finalizar de primeira, em cima do goleiro Jailson. Os paulistas, no entanto, mantiveram o controle das ações e quase aumentaram aos 34, em chute de Raphael Veiga no travessão.

Os dois times têm clássicos pela frente neste sábado (10), às 16h30 (horário de Brasília). O Palmeiras recebe o Santos no Allianz Parque e o Grêmio encara o Internacional no Beira-Rio, em Porto Alegre.

Empate em Goiânia

Em outra partida desta quarta, Atlético-GO e Sport empataram por 1 a 1 no estádio Antônio Accioly, em Goiânia. O Dragão caiu para o oitavo lugar, com 14 pontos e um jogo a menos. O Leão foi a sete pontos, na 16ª colocação, mas pode entrar na zona de rebaixamento caso o São Paulo derrote o Internacional na sequência da rodada.

Os gols saíram no segundo tempo. O Sport marcou primeiro. Aos dois minutos, após uma sequência de três escanteios, o volante Marcão Silva cabeceou para baixo, a bola desviou no joelho dele e foi para as redes. Três minutos depois, o atacante Arthur Gomes ganhou a disputa de bola com o zagueiro Rafael Thyere na esquerda, entrou na área e deixou tudo igual.

Neste sábado, o Sport enfrenta o Fluminense às 19h, na Ilha do Retiro, em Recife. No domingo (11), às 11h, o Atlético-GO visita o Juventude no estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul (RS).

Por Lincoln Chaves – Repórter da TV Brasil e Rádio Nacional 

Brasileirão: Corinthians e Palmeiras se enfrentam hoje

(Fabio Menotti/Agência Palmeiras/via Agência Brasil)

Palmeiras e Corinthians se enfrentam neste sábado (12) pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro. O confronto realizado no Allianz Parque, às 19h (horário de Brasília), terá transmissão da Rádio Nacional, com narração de Felipe Rangel, comentários de Waldir Luiz, reportagem de Rafael Monteiro e plantão de Astrid Nick.

As duas equipes começaram a competição nacional da mesma maneira, perderam na estreia e venceram na segunda rodada.

Além disso, o clássico Dérbi será disputado após eliminações prematuras das duas equipes na terceira fase da Copa do Brasil na última quarta-feira (9). O Verdão deu adeus ao torneio após sofrer revés, nos pênaltis, contra o CRB. Já o Timão foi despachado pelo Atlético-GO.Em outras competições, os dois rivais também acumularam fracassos.

No Campeonato Paulista, o Palmeiras foi vice-campeão na final contra o São Paulo. Os palmeirenses também não conseguiram êxito na disputa com o Flamengo na Supercopa do Brasil e contra o argentino Defensa Y Justicia pela Recopa Sul-Americana. Restam ainda duas oportunidades para o verdão gritar campeão: o Brasileirão e Copa Libertadores da América.

Já o Corinthians foi eliminado nas semifinais do Paulista, após revés contra o próprio Palmeiras por 2 a 0. Na Copa Sul-Americana, o time do Parque São Jorge também saiu prematuramente na Fase de Grupos. O Campeonato Brasileiro é a única competição em disputa pela equipe comandada por Sylvinho.

Em relação ao time que começa jogando, o técnico palmeirense Abel Ferreira terá desfalques por conta da realização da Copa América, que começa no domingo (13). Ao todo, três jogadores estão disputando a competição envolvendo as seleções Sul-Americanas: o goleiro Weverton (Brasil), o zagueiro Gustavo Gómez (Paraguai) e o lateral-esquerdo Matías Viña (Uruguai).

Pelo lado corintiano, Sylvinho não poderá contar apenas com o meio-campista Otero, que foi convocado pela Seleção Venezuelana. Porém, a ausência não deverá ser tão notada, já que ele não vem sendo aproveitado desde as semifinais do Campeonato Paulista, em 16 de maio.

Nos últimos confrontos entre os dois clubes, o Alviverde tem levado a melhor. Ao todo, o Verdão sustenta invencibilidade de seis jogos no Dérbi, tendo obtido três vitórias e três empates. A última vez que os alvinegros derrotaram o arquirrival foi em 2020, no dia 22 de julho, em Itaquera. A partida terminou com o placar de 1 a 0.

Por Rafael Monteiro – Repórter da Rádio Nacional

Ex-jogador Aranha é internado com covid-19

(Rede Social/Reprodução)

O ex-goleiro Aranhafoi internado na UTI com Covid-19, na última quarta-feira (10). Além disso, está com 50% dos pulmões comprometidos e o quadro é delicado.

Até o momento, não foi preciso intubação, porém, necessita de alta dose de oxigênio para prosseguir com o tratamento no Hospital das Clínicas, em Pouso Alegre (MG) — sua cidade natal.

Durante a carreira como jogador profissional, Aranha, de 40 anos, atuou por clubes como Ponte Preta, Palmeiras, Atlético Mineiro e Santos. Dentre os títulos conquistados, sua maior glória foi a Libertadores de 2011 — com a camisa do alvinegro praiano —, liderado por Neymar, Ganso e companhia.

Recentemente, Aranha gravou o Estação Livre e, dentre os temas abordados, falou sobre racismo no esporte. O programa vai ao ar nesta sexta-feira (11), às 22h, com apresentação Cris Guterres, na TV Cultura.

Por TV Cultura