Marinha vai investigar desmoronamento em Capitólio

Acidente atingiu barcos e matou duas pessoas
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

A Marinha do Brasil informou que abrirá um inquérito para apurar as causas do deslizamento da pedra do Lado de Furnas, em Capitólio, cidade turística em Minas Gerais. O acidente atingiu diversas embarcações, deixou ao menos 15 pessoas feridas e os bombeiros confirmaram a morte de duas pessoas.

Além disso, a Marinha também informou que deslocou equipes de busca e salvamento para o local, se juntado aos bombeiros e também ao Batalhão de Operações Aéreas.

Barcos em local onde a rocha desabou
(Bombeiros MG/Reprodução)

Durante as buscas, três pessoas foram encaminhadas em estado grave para Santa Casa de Passos, cerca de 45 quilômetros de distância do local do acidente.

Confira a íntegra da nota da Marinha

A Marinha do Brasil informa que tomou conhecimento de um acidente, no fim da manhã de hoje, após deslizamento de rochedo atingir embarcações que navegavam a região dos cânions, em Capitólio-MG.

A DelFurnas deslocou, imediatamente, equipes de Busca e Salvamento (SAR) para o local, integrantes da Operação Verão ora em andamento, a fim de prestar o apoio necessário às tripulações envolvidas no acidente, no transporte de feridos para a Santa Casa de Capitólio, e no auxílio aos outros órgãos atuando no local.

Um inquérito será instaurado para apurar causas, circunstâncias do acidente/fato ocorrido.

Por TV Cultura

Você usa o Telegram?

Entre em nosso canal no Telegram e receba nossas atualizações de notícias direto no seu celular. Basta clicar aqui

Compartilhe notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Artigos Relacionados

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie!.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *