Polícia

Ex-presidente Bolsonaro será ouvido pela PF no caso das joias recebidas da Arábia Saudita

A Polícia Federal (PF) intimou o ex-presidente da República Jair Bolsonaro para prestar depoimento sobre o recebimento de presentes, incluindo joias, de nações árabes. A investigação busca apurar possíveis crimes relacionados ao recebimento desses presentes.

Além de Bolsonaro, a PF também intimou o tenente-coronel Mauro Cesar Lourena Cid, que atuou como ajudante de ordens de Bolsonaro durante seu mandato, e Marcelo Camara, agente de segurança do ex-presidente. Segundo a CNN Brasil, os depoimentos estão previstos para ocorrer na próxima quarta-feira (5).

Os presentes em questão foram trazidos ao Brasil por uma comitiva do Ministério das Minas e Energia, que esteve na Arábia Saudita em 2021. Recentemente, a defesa de Bolsonaro devolveu um dos pacotes de joias recebidos do país, avaliadas em R$ 500 mil. A devolução ocorreu em cumprimento à determinação dos ministros do Tribunal de Contas da União (TCU).

Cabe destacar que o ex-presidente retorna ao Brasil nesta quinta-feira (30), após passar três meses nos EUA desde sua derrota para o atual presidente, Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Siga nosso canal no Whatsapp

Em relação às armas recebidas pelos Emirados Árabes, Bolsonaro também teve que entregá-las à PF em Brasília. Os objetos, uma pistola e um fuzil, somam um valor estimado em R$ 57 mil.

Mais artigos desta categoria

Botão Voltar ao topo
Fechar

Bloqueador de anúncios

Não bloqueie os anúncios