Após mega assalto, polícia recupera R$ 1,5 milhão

Também foram apreendidas armas, veículos e coletes balísticos.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

A polícia de São Paulo conseguiu recuperar R$ 1,5 milhão que foi levado de uma agência bancária em um grande assalto que ocorreu na cidade de Botucatu, interior paulista, na noite de quarta-feira (29). Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP) de São Paulo, o dinheiro recuperado estava dividido em diversos malotes.

https://www.facebook.com/spagoraoficial/videos/3163064623775942/
Vídeo mostra o momento em que um PM é baleado por assaltantes em Botucatu

O ataque à agência bancária começou por volta das 23h30 e se estendeu por três horas. Os criminosos agiram coordenadamente para atacar três agências na região central da cidade. Em outras duas agências foram encontrados explosivos não detonados. Durante a intervenção da polícia houve troca de tiros. Dois policiais ficaram feridos na ação.

Segundo a polícia, parte dos criminosos chegou a ser flagrada, na manhã de quinta-feira (30), na Rodovia Marechal Rondon, que corta a cidade. Eles foram encurralados e revidaram a ação policial, conseguindo escapar. Um dos suspeitos foi atingido, socorrido no Pronto Socorro da Universidade Estadual Paulista (Unesp), mas não resistiu. Durante a fuga, informou a polícia, os criminosos teriam ateado fogo em diversos veículos como forma de bloquear as rodovias e impedir a ação da polícia. Eles também fizeram moradores reféns.

O caso está sendo investigado pela Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Botucatu, com apoio de policiais da 5ª Delegacia de Polícia de Investigações sobre Furtos e Roubos a Bancos, do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic).

Além desse valor em dinheiro, a polícia apreendeu também sete fuzis calibre 762, outro de calibre 50 e uma metralhadora 9 mm, além de oito veículos, dois coletes balísticos e um rádio comunicador.

Segundo a SSP, as buscas prosseguem para localizar os autores do crime.

Por Elaine Patrícia Cruz – Repórter da Agência Brasil

Compartilhe notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Outras notícias

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie!.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias relacionadas