Polícia e Prefeitura fecham canil clandestino na Grande São Paulo

No local foram apreendidos doze cães das raças buldog e pitbull e outros com sinais de maus tratos
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Uma operação conjunta entre a Polícia Civil e a prefeitura fechou um canil que funcionava clandestinamente no município de Diadema.

A ação, com autorização judicial, foi deflagrada por agentes da Delegacia de Investigação de Crimes Contra o Meio Ambiente no final desta tarde segunda-feira e contou com apoio da GCM e fiscalização das secretarias de Habitação e Desenvolvimento Urbano e de Meio Ambiente.

O canil funcionava sem licença em um imóvel da Rua Sul América, no Jardim das Nações.

No local, foram apreendidos doze cães das raças buldog e pitbull e outros com sinais de maus tratos e que vão ficar agora sob os cuidados de uma ONG.

Uma veterinária do Centro de Controle de Zoonoses constatou animais com inflamações diversas decorrentes da falta de condições sanitárias.

Segundo a fiscalização, foram lavrados autos de Infração por falta de Alvará do Corpo de Bombeiros e Habite-se. Também foi expedida uma Ordem de Fechamento Voluntário.

O responsável pelo criadouro, Marco Antônio Hummel, e outras quatro pessoas foram detidos quando tentavam fugir com alguns cães pela rua para a qual o imóvel faz fundos. Eles foram conduzidos à delegacia, onde foi lavrado o flagrante.

O delegado responsável pelo caso estabeleceu fiança de 10 mil reais a Hummel e de mil reais a cada um dos demais envolvidos.

Essa já é a segunda vez que a equipe da Delegacia e a prefeitura fazem uma operação conjunta na mesma residência.

Há cerca de um ano, aproximadamente 70 cães com sinais de maus tratos foram apreendidos no mesmo local.

*Com informações do repórter Paulo Édson Fiore, da rádio Jovem Pan.
Veja esta e outras notícias no canal do YouTube do repórter Paulo Édson Fiore, da rádio Jovem Pan.

Compartilhe notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Outras notícias

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie!.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias relacionadas