Chuva provoca alagamentos e queda de árvores

Linhas de ônibus apresentam atrasos
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp
Chuva na região da Marginal Tietê (Redação/SP Agora)

A chuva forte que atingiu a Capital Paulista durante a tarde de hoje (17) provocou alagamentos e queda de árvores. O Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE-SP), identificou, por meio de radares meteorológicos, chuva forte em vários pontos.

No Campo Limpo, zona sul, o caso mais grave ocorreu no entorno do córrego Morro do S, que levou a CGE a colocar a região em estágio de alerta.

Áreas de instabilidade criaram condições de alagamentos em todas as regiões de São Paulo. “Novas áreas de chuvas que atuam no interior se deslocam para a Capital paulista deixando o tempo instável nas próximas horas. Há condição para rajadas de vento e alagamentos”, informa o órgão.

Segundo o Corpo de Bombeiros, até às 18h15 13 ocorrências foram registradas sobre queda de árvores. A corporação recebeu também cinco chamados para enchentes. Houve relato de falta de energia na zona norte da capital.

(Viação Pirajuçara/Reprodução)

No limite entre São Paulo e Taboão da Serra, houve alagamento na Estrada Kizaemon Takeuti e Estrada do Campo Limpo, segunda a Viação Pirajuçara. Por uma rede social, a empresa informou que a chuva provocou atrasos em linhas de ônibus.

Previsão

“A quinta-feira (18) terá sol entre nuvens e temperatura em elevação. Entre a tarde e a noite, o calor gera áreas de instabilidade que provocam pancadas de chuva de forma isolada, porém com até forte intensidade e acompanhadas de trovoadas e rajadas de vento. Há potencial para formação de alagamentos. Os termômetros oscilam entre 20°C na madrugada e 30°C no início da tarde”, sinaliza o CGE.

Compartilhe notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Veja também

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie!.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias relacionadas