Motoristas e cobradores voltam ao trabalho após dia de greve

Foi aplicada uma multa de R$ 100 mil

O Sindicato dos Motoristas e Trabalhadores em Transporte Rodoviário Urbano de São Paulo acatou a decisão do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) e optou pelo fim da greve de ônibus na capital paulista. Os profissionais devem retomar as atividades.

“As empresas operadoras estão mobilizadas para retomar a operação dos ônibus, assim que os motoristas e cobradores retornem ao trabalho”, informou o Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de Passageiros de São Paulo (SPUrbanuss) em nota.

A decisão aconteceu após o TRT julgar a greve abusiva. A audiência aconteceu durante o período da tarde definiu a aplicação de uma multa de R$ 100 mil, referente a dois dias de paralisação (14 e 29 de junho). O valor será revertido para Instituições Filantrópicas.

Apesar da multa, o reajuste de 12,47% e o vale-refeição, duas das principais exigências dos sindicatos, foram aprovadas pelo Tribunal.

O TRT também autorizou a renovação das cláusulas pré-existentes e o pagamento do adicional de 100% das horas extras, para além das primeiras duas horas.

Os primeiros ônibus saíram das garagens por volta das 17h30 e o retorno da casa deverá ter menos problemas do que o período da manhã.

Você usa o Telegram?

Entre em nosso canal no Telegram e receba nossas atualizações de notícias direto no seu celular. Basta clicar aqui

Compartilhe notícia

Artigos Relacionados

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie!.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.