Esportes

Vampeta e Gabigol estão entre os piores reforços da Inter de Milão, segundo jornal italiano

O volante e o atacante brasileiros foram incluídos na lista dos 11 maiores fracassos de contratação do clube no século XXI, publicada pelo La Gazzetta Dello Sport

A Inter de Milão é um dos clubes mais tradicionais e vitoriosos do futebol italiano e mundial. Ao longo de sua história, a equipe contou com grandes jogadores, como Ronaldo, Zanetti, Cambiasso, Sneijder e Eto’o. No entanto, nem todas as contratações do clube foram acertadas. Muitos reforços chegaram com expectativa e saíram com decepção.

O jornal italiano La Gazzetta Dello Sport publicou nesta segunda-feira (25) uma lista dos 11 maiores fracassos de contratação da Inter de Milão no século XXI. Entre eles, estão dois brasileiros: o volante Vampeta e o atacante Gabigol.

O volante e o atacante brasileiros foram incluídos na lista dos 11 maiores fracassos de contratação do clube no século XXI(Reprodução)

Vampeta: mais festa do que futebol

Vampeta foi contratado pela Inter de Milão em 2000, após se destacar pelo Corinthians, onde foi campeão brasileiro e mundial. O volante chegou ao clube italiano com status de titular da seleção brasileira, mas não conseguiu se adaptar ao futebol europeu.

Segundo o jornal, Vampeta gostava mais de festas do que de jogar. Ele permaneceu apenas oito meses na equipe, disputando 15 partidas e marcando um gol. Ele foi emprestado ao Flamengo em 2001, e depois ao PSG, da França. Em 2002, ele retornou ao Corinthians, onde voltou a brilhar e foi campeão da Copa do Mundo com o Brasil.

Siga nosso canal no Whatsapp

A passagem de Vampeta pela Inter de Milão, no entanto, não foi totalmente em vão. O volante foi envolvido na negociação que levou o atacante Adriano, o Imperador, ao clube italiano em 2001. Adriano se tornou um dos maiores ídolos da história da Inter, conquistando quatro títulos italianos e uma Copa da Itália.

Gabigol: pesado e fora de ritmo

Gabigol foi contratado pela Inter de Milão em 2016, após se destacar pelo Santos, onde foi campeão paulista e artilheiro do Brasileirão. O atacante chegou ao clube italiano com a fama de ser o novo Neymar, mas não correspondeu às expectativas.

Segundo o jornal, Gabigol chegou “pesado e fora de ritmo” ao clube italiano. O brasileiro também pagou pelo ano conturbado no banco dos Nerazzurri, com três treinadores se revezando no comando do time, de De Boer a Pioli e Vecchi. Um ano depois, ele foi emprestado ao Benfica, de Portugal, onde permaneceu apenas seis meses.

Gabigol retornou ao Brasil em 2018, sendo emprestado ao Santos e depois ao Flamengo. No clube carioca, ele recuperou o seu futebol e se tornou um dos maiores artilheiros do país, conquistando dois títulos brasileiros, duas Copas do Brasil e uma Libertadores. Em 2020, ele foi comprado em definitivo pelo Flamengo, encerrando o seu vínculo com a Inter de Milão.

Outros nomes da lista

Além de Vampeta e Gabigol, o jornal italiano também incluiu na lista dos piores reforços da Inter de Milão no século XXI os seguintes jogadores: o goleiro uruguaio Carini, o lateral croata Vrsaljko, o zagueiro sérvio Vidic, o zagueiro uruguaio Sorondo, o lateral eslovaco Gresko, o volante francês M’Vila, o meia português Quaresma, o atacante português Pacheco e o atacante uruguaio Forlán.

Mais artigos desta categoria

Botão Voltar ao topo
Fechar

Bloqueador de anúncios

Não bloqueie os anúncios