Insira suas palavras-chave de pesquisa e pressione Enter.

Avó, filha e neta estão entre as vítimas de queda de helicóptero

Iracema, Natália e Lavínia haviam passado fim de semana prolongado na praia e voltavam para São Paulo quando o acidente aconteceu (Reprodução)

Das cinco pessoas que morreram na queda de um helicóptero neste sábado (3), em Mogi das Cruzes, na grande São Paulo, pelo menos três eram da mesma família. Avó, filha e neta voltavam juntas de uma viagem ao litoral norte de São Paulo e tinham como destino Osasco, na região metropolitana, mas a viagem terminou no meio do caminho.

Segundo G1, Iracema de Ávila, 73, a filha dela, Natália de Avila Treu, 42, e a neta, Lavínia de Ávila Araújo, 12 anos, morreram na hora. A quarta vítima identificada foi Marcos Chindi Minomo, 54, piloto do helicóptero.



Um quinto ocupante da aeronave ainda não teve o nome divulgado. No início da manhã de domingo (4), quando apenas três vítimas haviam sido encontradas, o Corpo de Bombeiros informou que procurava o corpo de duas adolescentes.

Aeronave Agusta, modelo A109E (Reprodução)

A aeronave, prefixo PP-MTX, modelo Agusta AW109E, é de fabricação Italiana e, segundo o registro na Anac, foi produzida em 2001. O helicóptero está registrado no nome de uma empresa da área imobiliária que atua na região metropolitana de São Paulo.

Peritos do Centro de Prevenção e Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) e da Polícia Civil estiveram no local e vão investigar o que provocou a queda. No começo da noite de sábado ventava forte na região de Mogi das Cruzes e o mau tempo pode ter influenciado no acidente.

(Reprodução)

Deixe seu comentário

avatar
  Se inscrever  
Notificação de
1
×
Fale agora com nossa equipe!