Palmeiras é tricampeão da Libertadores

Palmeiras se junta a Santos, Grêmio e São Paulo como únicos tricampeões brasileiros da Libertadores
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Campeão em 2020, o Palmeiras voltou a conquistar a Copa Libertadores da América. Na tarde deste sábado, o time paulista superou o Flamengo por 2 a 1 e conquistou seu terceiro título da competição. A partida foi realizada no Estádio Centenário, em Montevidéu, no Uruguai.

O time paulista foi campeão em 1999, quando superou o Deportivo Cali, da Colômbia, e em 2020, quando bateu o Santos. O Palmeiras se junta a Santos, Grêmio e São Paulo como únicos tricampeões brasileiros da competição.

O primeiro tempo não poderia começar melhor para o torcedor do Palmeiras. Logo na primeira chegada, o time paulista abriu o placar com Raphael Veiga. Mayke, que só foi titular por conta da suspensão de Marcos Rocha, foi à linha de fundo e deu passe rasteiro para a grande área. Veia chutou de primeira, também rasteiro para vencer Diego Alves.

Equipe do Palmeiras posicionada antes do início da final da Libertadores contra o Flamengo
(Cesar Grecco/Palmeiras)

Mesmo atrás do placar, porém, o Flamengo tentou manter seu esquema de jogo e chegou com perigo em dois lances. Aos 16, Bruno Henrique invadiu a área, fez um corte no adversário, mas na hora do chute, foi travado por Mayke. Depois, aos 18, Gabigol completou cruzamento de cabeça, mas para fora.

A partida continuou movimentada com chances para os dois lados. Rodrigo Caio quase fez contra ao tentar afastar cruzamento. Depois, Raphael Veiga tentou chute de longa, mas Diego Alves defendeu. O Flamengo respondeu com Arrascaeta duas vezes. No primeiro chute, Weverton defendeu e, na segunda, foi travado.

Em desvantagem, o Flamengo voltou a campo mais ofensivo e levou perigo nos primeiros minutos com tentativa de Gabigol. Depois, em cobrança de escanteio, Willian Arão cabeceou muito perto da trave.

Mas o time paulista mostrou que não estava satisfeito com o 1 a 0 e também foi para cima. Aos sete, Rony bateu colocado e exigiu grande defesa de Diego Alves. Aos dez, uma das chances mais perigosas: David Luiz ficou livre na área e só não empatou por milagre de Weverton.

De tanto insistir, porém, o Flamengo chegou ao empate aos 26 minutos. Gabriel recebeu passe de Arrascaeta no lado esquerdo da área e surpreendeu Weverton ao chutar direto. A bola foi rasteira e no cantinho. Apesar das tentativas, a decisão foi mesmo para a prorrogação.

Se o gol não saiu no tempo normal, não demorou para sair na prorrogação. Logo aos quatro minutos, Deyverson, que tinha acabado de entrar no lugar de Veiga, aproveitou falha de Andreas Pereira, invadiu a área sozinho e fez o segundo. Apesar do final nervoso, o Palmeiras focou na marcação e conseguiu anular os ataques do Flamengo para conquistar o título.

Por FPF

Você usa o Telegram?

Entre em nosso canal no Telegram e receba nossas atualizações de notícias direto no seu celular. Basta clicar aqui

Compartilhe notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Artigos Relacionados

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie!.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *