Input your search keywords and press Enter.

Times de futebol de São Paulo não têm alojamentos regularizados

Por Bruno Bocchini

No Rio de Janeiro, um incêndio no Centro de Treinamento do Flamengo, o Ninho do Urubu, matou dez jovens (Tomaz Silva/Agência Brasil)

Nenhum dos quatro chamados times grandes de São Paulo – Palmeiras, Santos, São Paulo e Corinthians – está com seus centros de treinamentos (CTs) e alojamentos para atletas totalmente regularizados no que se refere à questão da segurança. 

Na semana passada, a prefeitura da capital paulista estipulou um prazo de 90 dias para realizar um processo de inspeção, avaliação e, se for o caso, interditar os locais inadequados. Na última quinta-feira (14), parte do centro de treinamento da Associação Portuguesa Desportos foi interditada em razão da falta de segurança nas instalações. 

Foram interditados o bloco onde funcionam a lavanderia e os vestiários do Centro de Treinamento (CT), localizado na Rodovia Ayrton Senna, no quilômetro 16. Os alojamentos do local estão desativados.

Fiscalização

Na tarde da última terça-feira (12), os clubes foram notificados sobre a obrigatoriedade de manter todos os alojamentos dentro das condições adequadas. A prefeitura da capital deflagrou uma ação para intensificar as fiscalizações nos alojamentos de cada time.

“Todos os clubes que não estão com as suas atividades em sintonia com a legislação foram orientados a suspender o funcionamento desses alojamentos imediatamente para que seja feita uma avaliação”, disse o secretário municipal de Esportes e Lazer, Carlos Bezerra Jr.

Palmeiras

Até a última semana, a Sociedade Esportiva Palmeiras utilizava casas nas proximidades do Allianz Parque, em Perdizes, na zona oeste da capital, para alojar atletas de suas categorias de base. Após a notificação da prefeitura, retirou os garotos do local e os transferiu para hotéis.

“O Palmeiras decidiu hospedar os atletas das categorias de base em um hotel da capital paulista. O Departamento de Futebol Profissional também seguirá as instruções dos órgãos pertinentes, com as respectivas orientações técnicas de adequações que vierem a ser solicitadas”, destacou o clube em nota.

Corinthians

O Sport Club Corinthians Paulista mantém os atletas com idade entre 14 e 17 anos alojados em uma casa na região do Parque São Jorge, no Tatuapé, zona leste da capital. O local ainda não foi totalmente adequado.

“A moradia, limitada a 35 adolescentes, passa por algumas adaptações – como a instalação de aspersores de água “sprinklers’ – de forma a adequá-la, em 10 dias, à categoria da licença obtida para uso do local”, disse o clube em nota emitida na semana passada.  

São Paulo

O São Paulo Futebol Clube está em dia com a documentação de segurança do seu Centro de Treinamento em Cotia, na Grande São Paulo, onde ficam alojados os atletas da base do clube. No entanto, a agremiação ainda está regularizando a situação de seu CT na Barra Funda, zona oeste da capital, usado predominantemente pela equipe profissional. 

Na noite da última terça-feira (12), por causa da notificação da prefeitura, a equipe profissional chegou a ser transferida do CT da Barra Funda para o CT de Cotia, onde passaram a noite e fizeram os últimos preparativos antes da partida contra o Talleres, da Argentina, pela Copa Libertadores, que ocorreu no dia seguinte.

“A Diretoria de Infraestrutura do São Paulo Futebol Clube informa que tem em curso o processo de renovação da documentação pertinente ao CT da Barra Funda e que tem vigentes os documentos que se referem ao CFA [Centro de Formação de Atletas] de Cotia”, disse em nota.

Santos

O Santos Futebol Clube aloja parte dos atletas de suas categorias de base no Estádio Urbano Caldeira (categorias Sub-15 e Sub-17), na Vila Belmiro, em Santos (SP), e na Casa Meninos da Vila (Sub-20), imóvel localizado nas proximidades. Não há alojamento no CT Meninos da Vila, usado pelas categorias de base do clube.

O alojamento da Vila Belmiro está com a documentação de segurança em dia. Já a Casa Meninos da Vila se encontra em processo de regularização para a emissão do Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB).

“Todas as instalações foram rigorosamente vistoriadas por engenheiro civil e de segurança do trabalho. Em função da trágica ocorrência no Ninho do Urubu, as inspeções foram intensificadas, visando a garantir total segurança de nossas promessas”, informou o clube, conhecido por revelar jogadores no futebol brasileiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1
×
Fale agora com nossa equipe!