Insira suas palavras-chave de pesquisa e pressione Enter.

15 anos de prisão: Mulher que atropelou e matou namorado é condenada

Daniel Masson e a ex-namorada, condenada por assassinato, Francine Suati de Lima (Reprodução/Redes Sociais)

Francine Suati de Lima foi condenada a 15 anos de reclusão, em regime inicial fechado, em julgamento ocorrido no Tribunal do Júri em São Bernardo do Campo. No dia 18 de fevereiro de 2017, em um dos cruzamentos da cidade, a condenada colidiu intencionalmente seu veículo contra o corpo de Daniel Masson, atropelando-o de forma proposital, causando-lhe ferimentos que o levaram a morte.  

De acordo com a denúncia, o casal mantinha um relacionamento amoroso há cinco anos, mas havia se separado havia quatro meses, mas há um mês haviam reatado o namoro. No dia do crime, durante dos festejos de Carnaval, os dois tiveram uma discussão.

A vítima saiu caminhando, mas Francine foi atrás e deu vários tapas em Masson e ainda rasgou a blusa que ele usava. Ele não revidou e continuou andando.

A condenada entrou em seu veículo, fez uma manobra brusca e avançou o carro em direção à vítima, atingindo-o de forma violenta. Ela ainda deu ré e passou com o carro por cima do namorado, já caído no chão.  

Atuaram pelo MPSP, os promotores de justiça Bruno César Cruz de Assis e Thelma Thais Cavarzere. O julgamento começou às 9h30 e só foi finalizado às 23h30. 

Francine foi denunciada pelo crime de homicídio triplamente qualificado, pelas qualificadoras: motivo fútil, emprego de meio cruel e utilização de recurso que dificultou a defesa da vítima. No julgamento, a Justiça pronunciou a ré pelo crime de homicídio duplamente qualificado, pelas qualificadoras do motivo fútil e emprego de meio cruel, afastando apenas a qualificadora da utilização de recurso que dificultou a defesa da vítima. 

Na última quarta-feira (15), Francine foi julgada e condenada pelo  crime de homicídio duplamente qualificado, pelas qualificadoras do motivo fútil e emprego de meio cruel, tendo os jurados acolhido todas as teses sustentadas pelo MPSP em plenário.

*conteúdo MP-SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1
Fale agora com nossa equipe!
Powered by