Insira suas palavras-chave de pesquisa e pressione Enter.

Deltan deu palestra e recebeu de empresa citada na Lava Jato

Cópia do recibo entregue por Deltan Dallagnol à Neoway pelo pagamento da palestra (Folha de S.Paulo e The Intercept/Reprodução)

O procurador Deltan Dallagnol recebeu R$ 33 mil para dar uma palestra na empresa Neoway, investigada por corrupção pela Lava Jato. A Neoway é uma companhia de tecnologia e aparece em uma delação que tem como personagem Cândido Vaccarezza, ex-líder de governos petistas na Câmara que foi preso em 2017, e em negociatas na BR Distribuidora, subsidiária da Petrobras privatizada na terça-feira (23).

Segundo reportagem publicada pelo jornal Folha de S. Paulo e pelo The Intercept Brasil, a relação não ficou só na palestra, que ocorreu em março de 2018. “Deltan também aproximou a Neoway de outros procuradores com a intenção de comprar produtos para uso da Lava Jato. Ele chegou a gravar um vídeo para a empresa, enaltecendo o uso de produtos de tecnologia em investigações – a Neoway vende softwares de análise de dados”, cita o texto da matéria.

“Quando finalmente percebeu que havia recebido dinheiro e feito propaganda grátis para uma empresa investigada pela operação que comanda no Paraná, o procurador confessou a colegas: “Isso é um pepino para mim”. Mas só escreveu à corregedoria do Ministério Público Federal para prestar “informações sobre declaração de suspeição por motivo de foro íntimo” quase um ano depois, quando o processo foi desmembrado no STF e uma parte foi remetida à Lava Jato de Curitiba”, diz a publicação.

A reportagem completa com os diálogos está aqui.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1
Fale agora com nossa equipe!
Powered by