Insira suas palavras-chave de pesquisa e pressione Enter.

Samantha Schmütz grava ‘Não vamos pagar nada’

Atriz Samantha Schmütz durante as gravações do filme (Helena Barreto/Divulgação)

A comédia ‘Não Vamos Pagar Nada’ começou a ser rodada esta semana no Rio de Janeiro, com Samantha Schmütz, que promete levar o público às gargalhadas com sua nova personagem: Antônia. Com produção de ‘A Fábrica’, distribuição da H2o Films e coprodução da Globo Filmes, o filme marca a estreia de João Fonseca na direção de longas. O roteiro é de Renato Fagundes e é a primeira adaptação para o cinema da famosa peça do italiano Nobel de Literatura Dario Fo.

Samantha interpreta uma típica mulher brasileira, que faz malabarismos para viver com pouco dinheiro, mas sem perder o bom humor. No elenco principal estão Edimilson Filho, Flávia Reis, Leandro Soares, Fernando Caruso e Flávio Bauraqui. 

O texto original é de 1974, mas no filme a ação é transposta para o Brasil atual, mantendo os valores universais e atemporais da obra: um olhar ácido e hilariante, mas esperançoso, sobre moral, desigualdade e relações de poder nas sociedades contemporâneas. 

Nessa comédia elétrica, Antônia (Samantha Schmütz) está desempregada e perde a cabeça quando percebe que seu dinheiro já não vai dar para nada. Ela cuida da casa simples em que mora com o marido, João (Edimilson Filho), um sujeito honesto, religioso e de valores inflexíveis.

No meio do mês, vai ao mercado e descobre que não vai conseguir nem comprar o básico. Tudo aumentou e, pra piorar, o novo dono do único mercado do bairro é um sujeito sem coração, que não aceita fiado. Quando reclama com o funcionário que quer remarcar o preço da lata de milho que acabou de pegar na prateleira, Antônia acaba contagiando  os outros clientes – que também não aceitam os reajustes

Diante das ameaças do insensível e mercenário dono do mercado, o povo vai mais longe e decide: então ninguém vai pagar nada! Na confusão, Antônia acaba levando o que encontra pela frente, mas quando chega em casa tem que esconder as sacolas não só do marido, como dos policiais que aparecem para investigar o caso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1
Fale agora com nossa equipe!
Powered by