Insira suas palavras-chave de pesquisa e pressione Enter.

Mesmo na pandemia, gigantes da tecnologia superam expectativas

Desafiando a crise generalizada provocada pela pandemia de coronavírus que tem pressionado milhares de empresas, gigantes da tecnologia exibiram na quinta-feira (30/07) resultados trimestrais que superaram positivamente as expectativas de analistas.

twitter

No mesmo dia em que os governos da Alemanha e dos Estados Unidos anunciaram retração recorde em suas economias, as quatro grandes empresas de tecnologia designadas em conjunto como Gafa – Google, Amazon, Facebook e Apple – mostraram robustez financeira, mesmo com alguns percalços, como no caso da Google.

A Amazon foi a companhia que exibiu os melhores resultados durante a pandemia, surpreendendo analistas. Suas vendas totais de produtos e serviços cresceram 40% no segundo trimestre em comparação com o mesmo período do ano passado, de 63,4 bilhões de dólares para 88,9 bilhões – analistas projetavam receita de 81,24 bilhões de dólares. Já o lucro líquido da companhia dobrou, passando de 2,6 bilhões para 5,2 bilhões de dólares.

“Este foi outro trimestre altamente incomum, e eu não poderia estar mais orgulhoso e agradecido aos nossos funcionários em todo o mundo”, disse o CEO da Amazon, Jeff Bezos, em comunicado ao mercado.

Já a Apple anunciou que suas receitas cresceram 11%, chegando a 59,7 bilhões de dólares no último trimestre em comparação com o mesmo período do ano passado. Já o lucro registrou aumento de 12%, passando para 11,3 bilhões de dólares. As vendas do principal produto da Apple, o iPhone, somaram 26,42 bilhões de dólares no período, acima das expectativas do mercado, que previa 20,6 bilhões.

O Facebook, por sua vez, anunciou que seus lucros praticamente dobraram no segundo trimestre, chegando a 5,18 bilhões de dólares, alta de 98% em relação ao mesmo período de 2019. A receita da companhia também cresceu 10,6%, para 18,7 bilhões de dólares.

A receita com publicidade, principal fonte de recursos do Facebook, avançou 10%, para 18,3 bilhões de dólares. Após o anúncio, o preço das ações do Facebook teve alta de 7%. Os bons resultados da empresa ocorreram mesmo com o declínio do mercado publicitário por causa da pandemia e campanhas de boicote a anúncios da rede social, acusada de fazer vista grossa para o extremismo e discurso de ódio.

Única empresa do Gafa a destoar das restantes, a Google registrou queda no lucro. As receitas ficaram relativamente estáveis, com registro de 38,3 bilhões de dólares no último trimestre, contra 38,9 bilhões no mesmo período do ano passado. Embora leve, foi a primeira queda no faturamento da história da empresa. Já os lucros caíram 30%, passando para 6,96 bilhões de dólares, contra 9,95 bilhões no segundo trimestre de 2019.

JPS/ots

*A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube

Última atualização em

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *